Roberto Monteiro

Foi repórter das principais rádios de São Paulo: Bandeirantes, Record, Jovem Pan e Gazeta. Nos últimos anos atuou nas maiores emissoras de rádio de Salvador.

Acesse todos os textos anteriores deste colunista

Semana excelente para o Santos

Alvinegro venceu de maneira surpreendente e com muito mérito ao time de Jorge Sampaoli e se recuperou bem no clássico contra o São Paulo

Amigos, sem dúvida, a semana foi excelente para o Santos que venceu de maneira surpreendente e com muito mérito ao time de Jorge Sampaoli, não deixando qualquer margem de dúvida de que Cuca está mesmo acertando a equipe dentro de campo. Sempre com Marinho sendo o destaque e mostrando que, apesar da qualidade do elenco, a mudança no comando técnico foi fundamental para a recuperação santista.

Recuperação ainda bem confirmada no clássico diante do São Paulo quando a equipe, com desfalque no setor esquerdo da zaga, viu o Tricolor fazer um excelente primeiro tempo vencendo e comandando as ações dentro de campo. Cuca voltou para o segundo tempo com excelentes alterações na formação e na tática de jogo, e conseguiu neutralizar o adversário, chegando a um merecido empate depois de ter Marinho em campo que, em uma cobrança de falta, enganou o goleiro Tiago Volpi.

Do lado do São Paulo, os dois últimos resultados soaram como incríveis derrotas, vendo o Bragantino sair do Morumbi sem vencer e com dois pênaltis perdidos, além do resultado muito ruim pela circunstância na Vila Belmiro. Fernando Diniz continua sendo um técnico discutido, firme na sua proposta de jogo e por isso sempre pressionado.

O Corinthians teve a pior semana dentro do Brasileirão perdendo em casa para o seu maior rival culminando com a demissão de Tiago Nunes, e ainda caindo no Maracanã diante de um Fluminense, que vem crescendo na competição.

Nem a presença do interino Coelho no comando técnico mudou a péssima qualidade de jogo alvinegro, vítima da fragilidade de seu elenco de profissionais. O Corinthians completa sua nona rodada na competição com apenas 9 pontos somados, sendo duas vitórias e três empates. Com mais quatro derrotas no seu histórico, o Timão faz uma campanha de candidato ao rebaixamento.

Já o Palmeiras, que vinha de uma vitória indiscutível no Derbi, tropeçou em casa quando saiu perdendo para o Sport Recife e não passou de mais um empate. O time de Luxemburgo continua sendo o único invicto na competição, mas três empates em casa - diante do Goiás, Internacional e Sport, somaram seis pontos perdidos que o levariam a ponta da tabela. Alviverde continua devendo futebol mais convincente e bonito, apesar dos nomes que integram seu elenco.

Para finalizar, preciso voltar ao assunto: onde está o alto investimento e a aposta da Red Bull no Bragantino? Em dez jogos já perdeu cinco, empatou quatro e venceu apenas um, fechando a rodada na última colocação da tabela. Decepção total.

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.