EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

9 de Dezembro de 2019

Roberto Monteiro

Foi repórter das principais rádios de São Paulo: Bandeirantes, Record, Jovem Pan e Gazeta. Nos últimos anos atuou nas maiores emissoras de rádio de Salvador.

Em empate justo com o São Paulo, Santos se garante na Libertadores

Santos se garante na Libertadores, embora ainda distante três pontos do Palmeiras na luta pela segunda colocação

Santos e São Paulo acabaram num empate justo, mas ruim para ambos num jogo em que o time de Jorge Sampaoli foi muito superior no primeiro tempo e perdeu a chance de fazer pelo menos mais dois gols além do marcado por Carlos Sanchez em pênalti cometido por Arboleda, numa jogada que poderia ter sido melhor executada diante de Evandro evitando a falta.

O São Paulo voltou muito melhor no segundo tempo, jogando mais consciente na marcação, mais dentro do campo do adversário e chegou ao empate com Daniel Alves depois de boa jogada em contra-ataque.

Santos se garante na Libertadores, embora ainda distante três pontos do Palmeiras na luta pela segunda colocação. São Paulo precisa melhorar a qualidade de seu futebol e lutar muito até a última rodada para tentar terminar entre os quatro primeiros.

O Palmeiras foi a Salvador e teve pouca criatividade e muitos problemas no primeiro tempo para passar pela boa marcação do Bahia, que poderia ter marcado em pelo menos três oportunidades parando nas mãos do excelente goleiro Weverton. Mas, no lance final em cobrança de falta de Arthur Caike o goleiro foi batido com a bola passando pela barreira sem chance de defesa.

Com as entradas de Lucas Lima e Borja na volta do intervalo o Palmeiras cresceu no jogo, ocupou espaços no campo de defesa do Bahia e criou várias oportunidades de virar o jogo. Borja empatou em falha do goleiro Douglas e nos minutos finais William e Lucas Lima tiveram chances de virar o placar, sem sucesso. Com o empate a possibilidade de chegar ao título ficou ainda mais remota, embora exista chance matemática, que pode terminar no jogo diante do Grêmio na próxima rodada, onde somente com uma vitória será mantida a chance matemática.

O Corinthians em casa teve um primeiro tempo dominado pelo Internacional, que criou mais chances e pouco permitiu ao time da casa. O Corinthians tentou sair para o jogo, mas a boa colocação dos gaúchos não deu espaço para isso.

No segundo tempo com a entrada de Clayson o time saiu mais para o jogo, obrigou o Internacional a se resguardar mais, tornando a partida mais interessante com a criação de inúmeras jogadas, porém sempre pecando na definição dos lances.

O empate em 0 a 0 acabou mantendo a mesma posição das duas equipes na tábua de classificação e se o Flamengo conquistar a Copa Libertadores ambos estarão na disputa do próximo ano mesmo ficando em sétimo e oitavo lugares.

Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.