Cida Coelho

É fonoaudióloga formada pela PUCSP, especialista em Voz com larga experiência na preparação de repórteres e apresentadores de televisão. Atua como consultora em Comunicação Humana ministrando palestras e treinamentos individuais para profissionais liberais, empresários, políticos, atletas profissionais, executivos e equipes de liderança. É palestrante de Media Training para porta-vozes de empresas e atua como consultora da TV Tribuna, afiliada da Rede Globo em Santos, desde 1995. Acumulando os títulos de mestre e doutora, Cida também foi professora universitária durante 25 anos.

Acesse todos os textos anteriores deste colunista

Lápis e papel ajudam a tornar mais simples a comunicação

Escrever nos ajuda a organizar o pensamento e encurta caminhos. Uma imagem ajuda a explicar e a entender

Colocar nossas ideias no papel, sempre facilitou o caminho para tornar real um projeto, um sonho, um desejo. Escrever  nos ajuda a organizar o pensamento e por isso, encurta caminhos para grande realizações. 

Clique e Assine A Tribuna por R$ 1,90 e ganhe acesso ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Na minha atividade profissional, auxilio profissionais de diversas áreas a  apresentarem suas melhores ideias e projetos e um dos nossos principais desafios, é “desenhar” na cabeça do público, as principais mensagens.  Só que pra que esse “desenho” expresse exatamente o que desejamos, há um processo importante que não pode ser ignorado.

 Tudo começa com uma ideia. A partir dessa ideia original, muitas outras se unem, num emaranhado de associações de outras ideias. Em pouco tempo, o que parecia simples já se tornou complexo até mesmo para o autor da ideia. Pra refazer esse caminho e desembaralhar essas ideias, o conceito de “Pensamento visual ” e uma de suas formas de aplicações mais populares, a “Facilitação gráfica” tem nos ajudado bastante. 
 
Pensamento visual é o conjunto de estratégias que podemos utilizar para traduzir uma ideia de forma gráfica, através do desenho. Essas formas gráficas não são necessariamente produções artísticas altamente rebuscadas. O mais interessante do Pensamento Visual é justamente focar na simplicidade, sendo acessível a qualquer pessoa.

Karla Vidal conceitua a 'Facilitação gráfica' como anotações visuais, colheitas gráficas e até mesmo registros visuais. Geralmente, esse processo é conduzido por um facilitador junto a um grupo, mas pode ser feito por qualquer um que tenha a intenção de tornar simples e clara um conceito.
 
“A facilitação gráfica descomplica conceitos porque foca na essência da informação, destacando os elementos necessários ao entendimento de um conceito, descartando possíveis distrações ou redundâncias e esclarecendo ambiguidades”. Não se preocupe se você não é bom no desenho. Se for capaz de desenhar linhas, setas  e formas geométricas você já pode começar já:

• Tenha a mão canetas de cores diferentes
• Aceite o desafio de resumir sua apresentação em uma única página
• Rabisque, resuma, faça esquemas

E lembre-se: Se uma imagem vale mais do que mil palavras, pense em quantas palavras vem à nossa cabeça a partir de uma imagem... A imagem facilita a sua fluência verbal e a compreensão de quem assiste a sua palestra. Invista no papel e caneta!
Não há maneira mais convincente de provar que conhecemos bem alguma coisa do que fazer um desenho simples do tema em questão. E não há modo mais impactante de enxergar soluções ocultas do que pegar uma caneta e desenhar algumas figuras relacionadas a o problema.
É o que diz Dan Roam neste best-seller internacional que prova como um simples desenho em um guardanapo pode ser mais poderoso que a mais sofisticada apresentação em PowerPoint.
 

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.