EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

9 de Agosto de 2020

Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto e é comentarista da TRI FM.

Tubarão 'sorridente' e com 'super poderes' é descoberto por especialistas no México

Animal é o único exemplar catalogado até hoje e, por conta disso, ainda é praticamente desconhecido pra a ciência

Pesquisadores que estudavam os hábitos alimentares dos cachalotes no Golfo do México, na América do Norte, se surpreenderam ao darem de cara, inesperadamente, com uma nova espécie de tubarão. O animal, batizado de 'Tubarão de Bolso', tem apenas 14 centímetros e intrigou os cientistas. No vídeo acima, você descobre detalhes sobre esse animal surpreendente.

Clique aqui e acesse mais vídeos curiosos!

As primeiras análises foram publicadas na revista Zootaxa e, inclusive, identificaram um 'super poder' no tubarão, que não é nada comum para outros exemplares de espécies parecidas. Por viver em regiões de grande profundidade, o animal consegue se iluminar em ambientes escuros. O Mollisquama mississippiensis possui pequenas aberturas ou glândulas que estão por trás de cada uma das barbatanas peitorais.

Animal é o único exemplar catalogado até hoje e, por conta disso, ainda é praticamente desconhecido pra a ciência (Foto: Reprodução)

Um outro tubarão, bastante parecido, foi encontrado na Rússia na década de 1970. A princípio, os especialistas imaginaram que se tratava da mesma espécie mas, com o tempo, acabaram descobrindo várias diferenças entre os animais. De acordo com especialistas que participaram da pesquisa, novos animais aguardam para serem descobertos a qualquer momento nas profundezas inexploradas do Golfo do México.

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.