Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto.

Acesse todos os textos anteriores deste colunista

Menino denuncia estupros de professor em Peruíbe para 'salvar' os dois irmãos menores

Polícia está investigando o caso. Suspeito, porém, nega completamente as acusações.

Um menino de apenas 12 anos denunciou aos pais e à Polícia Civil uma série de estupros envolvendo um vizinho. Os crimes teriam acontecido em Peruíbe, no litoral de São Paulo, e o suspeito é um professor que nega as acusações.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Segundo apurado pelo G1, o menino tomou coragem de contar para a família sobre os crimes com medo de que os irmãos fossem abusados. "Eu estranhava que ele dava presentes, mas ele dizia que tinha adotado o menino como filho dele", explica a mãe da vítima.

No depoimento, o adolescente contou que, ao passar algumas noites na casa do homem, que era pai de um amigo dele, acabou sendo obrigado a dormir na cama do suspeito, onde a violência acontecia. Ao ver que o professor havia convidado seus irmãos, de 9 e 11 anos, para aprender futebol, o garoto resolveu falar.

Um boletim de ocorrência por estupro de vulnerável foi registrado e o adolescente passou a ter acompanhamento psicológico. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o caso já está sendo investigado. Já o professor afirmou que é inocente e disse que entrará com uma ação contra a mãe do menino por calúnia e difamação.

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.