EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

22 de Outubro de 2019

Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto e é comentarista da TRI FM.

Jovens que humilharam morador de rua no Gonzaga recebem 'bronca' e responderão por ato infracional

Nos últimos dias, repercutimos aqui em ATribuna.com.br a questão dos jovens, de 17 anos, que fizeram uma brincadeira de extremo mau gosto

Nos últimos dias, repercutimos aqui em ATribuna.com.br a questão dos jovens, de 17 anos, que fizeram uma brincadeira de extremo mau gosto com um morador de rua no bairro do Gonzaga, em Santos. Devido a grande mobilização da população, a história virou caso de polícia.

Os adolescentes, que jogaram suco no morador de rua que se abrigava do frio dentro de uma lixeira, gravaram toda a ação e, inclusive, deram risada da situação do rapaz. Depois da revolta de internautas, incomodados com o compartilhamento dos vídeos, eles voltaram atrás e pediram desculpas.

Não foi o suficiente. O caso foi parar na polícia e, os jovens, começaram a ser investigados. Segundo a delegada Ligia Vilela, do 7º DP de Santos, os jovens alegaram, em depoimento, que não tinham a intenção de denegrir a imagem do morador de rua. Eles também afirmaram que o ato foi 'impensado'.

Os jovens não correm o risco de prisão. Porém, o caso acabou sendo encaminhado para à Vara da Infância e da Juventude e, agora, todos eles responderão por ato infracional equivalente a injúria. Agora, terão que conversar com um promotor, receberão uma advertência e poderão prestar serviços comunitários.

Se existe algo de bom nessa história toda foi a atitude dos pais. Todos os garotos se apresentaram com os familiares que, em momento algum, apoiaram ou questionaram a investigação. Todos eles, segundo a polícia, estavam indignados com a atitude dos filhos, que não tentaram amenizar a situação.

Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.