Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto.

Acesse todos os textos anteriores deste colunista

Cão passa por exame PCR para detectar coronavírus e ação inédita no mundo acaba viralizando

Animal foi submetido ao exame na Coreia do Sul após um gato doméstico ser diagnosticado com a doença.

Uma imagem bastante inusitada passou a circular na internet nas últimas horas. Um cachorro foi submetido a um exame de PCR na cidade de Seul, capital da Coreia do Sul, em uma iniciativa inédita. O exame, que acabou chamando a atenção de milhares de pessoas, foi feito após o animal apresentar sintomas de coronavírus.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

A decisão das autoridades de saúde pelo exame foi tomada após o tutor do cachorro testar positivo para a doença. Após o teste, o cão foi colocado em uma quarentena de 14 dias até que o resultado oficial do exame seja divulgado.

No último domingo, as autoridades sul-coreanas informaram que diagnosticaram o primeiro caso positivo em um gato doméstico. Esse foi o estopim para o início das testagens. O gato, com cerca de quatro anos, faz parte de uma família onde todos estão infectados e começou a vomitar e parecer cansado. Feito o PCR, o resultado deu positivo.

Por conta disso, Seul passou a ser a primeira cidade do mundo a fazer os testes nos animais. Até o momento, porém, não se sabe se cães e gatos podem contaminar humanos.

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.