Portão quebrado gera aglomeração na estação de barcas de Vicente de Carvalho

Usuário conta que o portão tem cerca de três metros de largura, mas costuma ter apenas uma parte disponível para a passagem dos pedestres

Quem pega o sistema de barcas entre Santos e Vicente de Carvalho tem enfrentado dificuldades na estação do lado de Guarujá, já que o portão que dá acesso às barcas não tem ficado totalmente aberto, deixando os usuários do sistema aglomerados ao passar pelo portão. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em dezenas de lojas, restaurantes e serviços!

Essa sugestão de reportagem foi feita pelo internauta Oswaldo Pontes. Você também pode entrar em contato conosco via WhatsApp, pelo número (13) 9 9642 8222, ou pelo E-Mail, g1at@grupo-tribuna.com. Ao mandar sua mensagem, deixe seus dados completos, relate o problema ou a sugestão de pauta e anexe fotos e vídeos

Oswaldo Pontes atravessa de barca todos os dias para lecionar em Santos. Ele conta que o portão tem cerca de três metros de largura, mas costuma ter apenas uma parte disponível para a passagem dos pedestres. Segundo ele, por conta disso, muitas pessoas acabam se aglomerando para tentar passar pelo portão. 

O professor conta ainda que já avisou os funcionários do sistema, que acabam abrindo depois. Porém, no dia seguinte já observa o portão fechado novamente .“Fecharam de novo e as pessoas se apertando para passar num espaço pequeno. Estou preocupado com o aumento da Covid-19. O contato entre todos é inevitável pela passagem da porta”, relata o usuário. 

Resposta

Segundo o Departamento Hidroviário, que é responsável pelo sistema, um dos portões da Travessia Santos/Vicente de Carvalho sofreu dano causando limitação de abertura e fechamento. Para garantir a segurança dos usuários, no momento, o acesso é realizado apenas por um portão. 

A equipe de manutenção do DH trabalha para resolver o ocorrido o mais breve possível.

Tudo sobre: