Mato alto e alagamentos: Condições da Rua Flamboyant revoltam moradores de Itanhaém

Prefeitura diz que a via está na programação da Secretaria de Serviços e Urbanização para receber os serviços de reparo

Os moradores da Rua Flamboyant, no bairro Jardim Guacyra, em Itanhaém, têm se indignado com as condições da rua - que acumulam problemas, como mato alto, terrenos abandonados, e alagamentos constantes. Eles reclamam que já procuraram a prefeitura, mas ainda esperam pela solução dos problemas.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!  

Essa sugestão de reportagem foi feita pela internauta Layzza Brito Ferraz. Você também pode entrar em contato conosco via WhatsApp, pelo número (13) 9 9642 8222, ou pelo E-Mail, g1at@grupo-tribuna.com. Ao mandar sua mensagem, deixe seus dados completos, relate o problema ou a sugestão de pauta e anexe fotos e vídeos.

Layzza Ferraz conta que os moradores sempre reivindicaram os serviços básicos. Inclusive, uma das moradoras que mais cobrava as providências era a mãe dela, que faleceu há dois anos. Desde então, Layzza conta que a rua tem acumulado diversos problemas.

Uma das maiores preocupações dos moradores são as enchentes, que costumam deixar os munícipes ilhados “O que me deixa com mais medo é que as chuvas estão cada vez mais agressivas e no verão a situação só vai piorar”, diz.

Claudionor Rodrigues Alves é vizinho de Layzza e conta que há 20 anos a rua acumula os mesmos problemas. Uma das soluções foi pagar uma pessoa para capinar o mato alto da rua. O aposentado se queixa que a prefeitura acaba arrumando o centro da cidade e a praia, mas é necessário ter uma atenção maior para as condições dos bairros menores.

A Prefeitura de Itanhaém esclarece que a Rua Flamboyant está na programação da Secretaria de Serviços e Urbanização. Uma equipe irá até o local para executar os trabalhos em até 20 dias.

Quanto à pavimentação, há um estudo do Governo Municipal para um projeto com esse serviço. Referente aos terrenos abandonados, um fiscal da Secretaria de Obras e Desenvolvimento Urbano levará uma notificação aos proprietários dos imóveis nesta sexta-feira (9) para que tomem as providências de zeladoria.

Tudo sobre: