Mutirão elimina 147 focos de larvas do mosquito Aedes aegypti no Macuco

Somente em uma residência, havia 11 pontos de proliferação do inseto. Proprietário mantinha baldes abertos no quintal para captar água da chuva

Um mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti eliminou 147 focos com larvas do mosquito, no bairro Macuco, em Santos. A ação foi realizada nesta quarta-feira (17). O inseto é responsável por transmitir doenças como dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Somente em um imóvel, foram encontrados 11 pontos de proliferação do inseto. Segundo a prefeitura, o responsável pelo local mantinha baldes completamente abertos no quintal para captar água da chuva.

Segundo a chefe técnica da seção, Ana Paula Favoreto, o responsável pelo imóvel recebeu orientação para não realizar mais esta prática, sob pena de, em caso de reincidência, ser autuado. Os focos com larvas foram eliminados, e as equipes usaram produtos específicos no local.

O mutirão contou com a participação de 96 agentes de combate a endemias. No total, 3.304 imóveis foram vistoriados. 

Onze casos de dengue e outros 11 de chikungunya foram registrados em Santos este ano. Nenhum de zika. A última notificação de febre amarela urbana no Município data da década de 1940.

Tudo sobre: