Gonzaga receberá mutirão contra o Aedes aegypti

Este é o segundo mutirão de 2021. José Menino foi o primeiro bairro a receber os agentes de combate a endemias

O Gonzaga recebe, nesta quarta-feira (13), a partir das 9h, 68 agentes de combate a endemias com o intuito de eliminar focos de proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela urbana.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Este é o segundo mutirão de 2021. No dia último dia 6, 46 focos com larvas foram eliminados no José Menino. A Seção de Controle de Vetores, da Secretaria de Saúde, está priorizando os bairros da orla neste início de ano, pelo aumento da população flutuante devido à temporada de verão.

A equipe de Informação, Educação e Comunicação (IEC) estará com o seu estande inflável na Praça das Bandeiras, prestando informações a moradores e turistas quanto às formas de prevenção, além dos sinais e sintomas das doenças transmitidas pelo mosquito, com entrega de material informativo.

CASOS

Em 2020, Santos registrou 322 casos de dengue, 85 de chikungunya e nenhum de zika. A última anotação de febre amarela urbana no Brasil ocorreu na década 1940. Em 2021, não foram registrados casos de nenhuma das doenças.

Tudo sobre: