Estivadores do Porto de Santos planejam greve a partir do dia 1º

Na data, entrará em vigor decisão judicial que permite a empresas atuarem apenas com mão de obra vinculada

Por: Da Redação  -  20/02/19  -  23:43
As chances são destinadas preferencialmente a trabalhadores avulsos inscritos no Ogmo
As chances são destinadas preferencialmente a trabalhadores avulsos inscritos no Ogmo   Foto: Carlos Nogueira/AT

Os estivadores do Porto de Santos planejam entrar em greve, por tempo indeterminado, a partir das 7h do próximo dia 1º, em protesto contra a vinculação de mão de obra nos terminais de contêineres.


Na data, entrará em vigor a decisão judicial que permite a essas empresas atuarem apenas com mão de obra avulsa vinculada (estivadores contratados com base na CLT).


A possibilidade de greve foi anunciada pelo presidente do Sindicato dos Estivadores (Sindestiva), Rodnei da Silva, na terça-feira (19). A paralisação será definida pela categoria no dia 26.


A Câmara de Contêineres do Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp) afirmou que não comentaria o anúncio.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna