Companhia Docas tem dois novos diretores

Nomeação do presidente deve ocorrer nas próximas semanas

Por: Fernanda Balbino & Da Redação &  -  17/02/19  -  10:15
Operação Tritão investiga draudes em contratos firmados pela Codesp
Operação Tritão investiga draudes em contratos firmados pela Codesp   Foto: Rogério Soares/AT

A engenheira Jennyfer Tsai e o advogado Danilo Veras são os novos diretores da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), estatal que administra o Porto de Santos. A nomeação ocorreu na tarde da última sexta-feira (15), durante reunião do Conselho de Administração (Consad) da empresa. Recém-empossado, o executivo também passa a responder interinamente pela Presidência da Autoridade Portuária. 


Indicado para ser o novo presidente da empresa, o engenheiro Casemiro Tércio Carvalho não foi nomeado pelo Consad na sexta-feira. A medida deve ocorrer nas próximas semanas.


Conforme adiantado por A Tribuna, Jennyfer comanda, agora, a Diretoria de Engenharia no lugar de Hilário Dias Gurjão. A executiva atuou com Tércio Carvalho quando ele presidia a Companhia Docas de São Sebastião (CDSS), empresa que administra o complexo portuário do Litoral Norte do Estado. Recentemente, ela era responsável pela área de Desenvolvimento de Novos Negócios da Triunfo Participações e Investimentos


Já Veras assumiu a Diretoria de Relações com o Mercado e Comunidade, substituindo José Alfredo de Albuquerque e Silva. O novo diretor ocupava o cargo de gerente de Novos Negócios em Infraestrutura da Raízen, uma joint venture do Grupo Cosan e a Shell.


Na Codesp, o advogado também passou a responder pela Presidência até que ocorra a nomeação de Carvalho. Isto aconteceu porque, de acordo com o estatuto da empresa, quando o presidente não está presente, há um rodízio entre os diretores. 


“Com essas nomeações, se avança o processo de consolidação da nova diretoria, o que é importante para a Codesp e importante para o Brasil”, destacou o presidente do Consad da Codesp, Ogarito Linhares. 


Questionado sobre a demora na nomeação do novo comandante da Autoridade Portuária, o presidente do Consad, Ogarito Linhares, afirmou que não há problemas que impeçam a atuação de Carvalho. Segundo ele, cada processo de escolha e avaliação de executivo leva um tempo diferente. 


Há a possibilidade de que o trâmite seja concluído até o dia 25. Nesta data, já está agendada uma reunião do Consad e o assunto, que não está em pauta, pode ser incluído. “Você tem um governo novo inteiro sendo nomeado e é natural que haja essa demora. As previsões furam, mas há uma decisão de que a nomeação será o mais rápido possível e esse rápido é rápido mesmo”, explicou. 


Porém, Linhares não garante quando os outros três nomes da futura diretoria serão empossados. Além de Carvalho, o ex-comandante da Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) Marcelo Ribeiro de Souza será o próximo diretor de Operações Logísticas da Autoridade Portuária. Há, ainda, a indicação de um outro profissional, um consultor empresarial, que ficará à frente da diretoria de Administração e Finanças. 


Tércio Carvallho, Jenny-fer Tsai, Danilo Veras e Ribeiro de Souza estavam na sexta-feira, na sede da Codesp, mas não se manifestaram sobre as nomeações. Isso só deve ocorrer quando toda a diretoria for empossada.


Logo A Tribuna