Bruno Covas quer taxar caminhões que utilizam São Paulo apenas para passagem

Ideia é que veículos passem a usar o Rodoanel Mário Covas e a Rodovia Dom Pedro I, além de outras rotas alternativa

Por: Da Redação  -  20/12/18  -  18:41
Suspensão de multas por descumprimento da tabela de fretes causa protestos  (Foto: Agência Brasil)
Suspensão de multas por descumprimento da tabela de fretes causa protestos (Foto: Agência Brasil)   Foto: Agência Brasil

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), quer taxar caminhões que cruzam a cidade e não têm nem origem nem destino das cargas na Capital. A medida está no Plano Diretor de Cargas, que começou a ser debatido nesta quarta-feira (19).


A ideia é que esses veículos, que trazem impacto ao trânsito, passem a usar o Rodoanel Mário Covas e a Rodovia Dom Pedro I, além de outras rotas alternativas. A cobrança só começaria após a conclusão do Trecho Norte do Rodoanel, prevista para o fim do próximo ano.


A taxa proposta pela Prefeitura de São Paulo seria pelo uso do viário, a mesma lógica que permite à administração municipal arrecadar valores de aplicativos, como Uber e 99. Ao todo, 261,5 mil viagens de cargas são feitas na capital paulista diariamente. A organização do transporte de cargas é tida como fundamental pela atual gestão para retirar o trânsito da cidade de um nível crítico


Logo A Tribuna