EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

22 de Novembro de 2019

Prepare-se para trabalhar no setor portuário

Cursos são opções para ingressar no cais santista e diversas universidades inscrevem ainda neste mês

Um profissional capacitado pode fazer toda a diferença na hora da contratação. É preciso se preparar, e este é um bom momento para iniciar esse processo. Quem não tem uma graduação em área específica ligada ao setor portuário pode fazer uma graduação sem custo nenhum. É o caso, por exemplo, das Faculdades de Tecnologia (Fatecs) que estão com inscrições abertas para o processo seletivo para o primeiro semestre de 2020 até às 15h do próximo dia 11, pelo site.

Na unidade Rubens Lara, em Santos, a Fatec oferece os cursos de Gestão Portuária e de Logística. Já na unidade de Praia Grande, é possível cursar Comércio Exterior. Para aqueles que têm disponibilidade de estudar no interior do estado, a unidade de Jaú tem a opção de Construção Naval, que forma o profissional responsável pela construção de embarcações e que também pode atuar com certificação de navios.

A Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP), na Capital, também tem o curso gratuito de Engenharia Naval. Para este ano, as inscrições para o vestibular encerraram, mas é possível se preparar para o próximo ano.

Outras universidades particulares da região também oferecem formação de nível superior voltada para quem pretende entrar em empresas ligadas à movimentação de cargas no cais santista. É o caso da Unibr, em São Vicente, e da Unip, em Santos, com cursos de Gestão Portuária, Comércio Exterior e Logística. As duas instituições estão com inscrições abertas.

Necessidades futuras

Segundo o educador executivo especialista em gente e gestão Fábio Sartori, mesmo com muitos cursos à disposição, as empresas da região ainda têm dificuldades em recrutar mão de obra específica para operar determinados equipamentos. Ele explica que, em um futuro próximo, toda a demanda será voltada à tecnologia.

“Já se vê o interesse do setor pela tecnologia para ajudar a gerenciar dados e fazer as operações. Quem investir nisso, vai navegar num oceano azul. Hoje, precisa vir gente de São Paulo para suprir essa demanda”, afirma.

Para o coordenador do curso Gestão Portuária, da Fatec Baixada Santista Rubens Lara, Julio Cesar Raymundo, o mercado procura profissionais que já estejam prontos, que dominem a prática e cheguem para resolver problemas.

“A gestão portuária está em desenvolvimento, mas não existe hoje. Se você estiver preparado para quando isso começar a acontecer, vai ter muitas chances”, avalia.
Raymundo aposta também em cursos de Desenvolvimento de Sistemas e Ciências de Dados para que os universitários invistam na automação de operações, que está cada vez mais presente nos complexos portuários.

Tudo sobre: