Porto de Santos supera a marca de 110,1 milhões de toneladas movimentadas no ano

Mesmo durante a pandemia, operações cresceram 10,2% entre janeiro e setembro, na comparação com o mesmo período de 2019

Mesmo com uma queda de 13,8% nas importações, que somaram 3 milhões de toneladas em setembro, as operações do Porto de Santos cresceram 5,2% e atingiram a marca de 12,1 milhões de toneladas movimentadas no mês passado. Nos três trimestres deste ano, mais de 110,1 milhões de toneladas de cargas entraram ou saíram do País pelo cais santista. O volume representa um crescimento de 10,2% em relação ao mesmo período de 2019.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

De acordo com a Autoridade Portuária de Santos, novo nome da Companhia Docas do Estado de São Paulo, a Codesp, este foi o segundo melhor movimento mensal para setembro, perdendo apenas para o mesmo mês de 2017.

Os números foram impulsionados pelas exportações, que cresceram 13,4% em setembro e 15% no acumulado do ano. Os volumes representam, respectivamente, 9,1 milhões de toneladas e 81,5 milhões de toneladas.

No mês, o movimento de granéis sólidos somou 6,2 milhões de toneladas, alta de 12,2% sobre o mesmo mês do ano passado. Os destaques são os embarques de açúcar e de farelo de soja.

Já os granéis líquidos apresentaram alta de 18,6% em setembro, somando 1,6 milhão de toneladas, reflexo do bom comportamento das operações de óleo diesel e gasóleo, sucos cítricos e de óleo combustível.

A carga geral solta atingiu 457,8 mil toneladas, alta de 6,9%, devido, principalmente, aos embarques de celulose.

Contêineres em queda

A movimentação de contêineres caiu no Porto de Santos. No mês, a redução foi de 10,8% e a soma de embarques e desembarques chegou a 344.427 TEU (unidade equivalente a um cofre de 20 pés). Já no acumulado do ano, a queda é de 1,6% e pouco mais de 3 milhões de TEU já foram operados. 

O Porto de Santos manteve a participação na corrente de comércio brasileira, respondendo por 28,3% das trocas nacionais no ano. Cerca de 27% das transações tiveram a China como país parceiro. 

De acordo com a Autoridade Portuária, em todo o ano, o fluxo de navios acumula 3.692 embarcações, 2,1% acima do ano anterior.

Tudo sobre: