EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Houston bate recorde na operação de contêineres

Atualmente, o porto é responsável por 70% de todos os contêineres que passam pela região do Golfo do México e reúne mais de 200 terminais públicos e privados

O Porto de Houston, um dos principais dos Estados Unidos, registrou uma alta de 12% em sua movimentação de contêineres no último semestre, operando 1,5 milhão de TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), marca recorde para o complexo portuário. 

Os dados foram anunciados pelo diretor-executivo da autoridade portuária de Houston, Roger Guenther, durante reunião da comissão do complexo, no início deste mês. Atualmente, o porto é responsável por 70% de todos os contêineres que passam pela região do Golfo do México (onde está localizado) e reúne mais de 200 terminais públicos e privados. 

O complexo e suas instalações serão conhecidos por empresários e autoridades do Porto de Santos no início do próximo mês, durante visita técnica organizada pelo Grupo Tribuna. A atividade completa a programação do Porto & Mar – Seminário A Tribuna para o Desenvolvimento do Porto de Santos, realizado em 24 e 25 de junho, no hotel Sheraton, na cidade. 

Para se ter um comparativo do movimento de Houston, enquanto ele operou, 2,23 milhões de TEU em cargas conteinerizadas no ano passado, o Porto de Santos, o principal da América do Sul, escoou 4,12 milhões de TEU, um crescimento de 7% no mesmo período. 

O aumento do volume no porto norte-americano está ligado à crescente demanda por importações e uma robusta base de exportação, impulsionada pelos mercados petroquímico e de resinas. 

Mais serviços 

“No geral, o negócio continua forte em nosso porto. Estamos ansiosos para que continue pelo resto do ano”, afirmou Guenther. 

Por conta deste crescimento, serviços estão sendo aprimorados e novos, implantados. No início do mês, a 2M Alliance, a aliança formada pelas armadoras Maersk e MSC, anunciou um novo serviço de navegação trans-pacífico, que terá início no porto a partir do próximo mês.  

Algumas expansões estão sendo planejadas para acompanhar esse crescimento de demanda. Uma delas é a do gate para caminhões no terminal de contêineres Barbours Cut, que deve acontecer depois da aprovação de um contrato pela comissão portuária.  

O projeto prevê a ampliação do terminal com a implantação de uma área com cerca de 93 mil metros quadrados. Nela, serão construídos dois edifícios.

Para a construção do novo pátio, a comissão do porto contratou a construtora Archer Western Construction. A obra não deve ultrapassar US$ 39,7 milhões. A empresa foi a melhor ranqueada entre as quatro finalistas que apresentaram propostas para o projeto. 

O Porto de Houston pretende ainda ampliar seu canal de navegação. O projeto, estimado em cerca de US$ 1 bilhão, está em estudo e é considerado estratégico para seu desenvolvimento, ao permitir o tráfego de dois navios de grande porte em sentidos opostos, simultaneamente, e facilitar as operações de contêineres e granéis líquidos da região – ambas atividades em franca expansão no complexo norte-americano.