Escolas do Grupo Especial desfilam na segunda noite de Carnaval em Santos

Mudança atende a pedido feito pela Liga; evento este ano terá apenas duas noites

Mudança manterá a mesma ordem de apresentações definida em outubro (Foto: Fernanda Luz/AT)

A Secretaria de Turismo anunciou mudanças nos desfiles do Carnaval santista. Este ano, o evento, que acontecerá em apenas dois dias, terá oito escolas do Grupo Especial desfilando na mesma noite. A mudança, que mantém a mesma ordem de apresentação definida em outubro, foi feita a pedido da Liga Independente Cultural das Escolas de Samba (Licess). 

A exemplo dos anos anteriores, os desfiles ocorrerão uma semana antes do Carnaval oficial, nos dias 2 e 3 de fevereiro. Com a festa encurtada, se apresentam na primeira noite cinco escolas do grupo 1 e quatro do grupo de acesso. Pelo grupo 1 estão a Unidos da Baixada, Imperatriz Alvinegra, Império da Vila, Dragões do Castelo e Unidos da Zona Noroeste. Já pelo grupo de acesso estão as escolas Mãos Entrelaçadas, Bandeirantes do Saboó, Mocidade Dependente do Samba e Padre Paulo.

Na segunda noite se apresentam pelo Grupo Especial Real Mocidade, União Imperial, Brasil, Sangue Jovem, Amazonense, Vila Mathias, Unidos dos Morros e X-9. 

Com apenas dois dias de apresentações, o chefe do Departamento de Eventos da Setur, Wellington Lima, explica que o evento deverá ser iniciado mais cedo do que em edições anteriores. 

“A expectativa é que a Corte Carnavalesca abra o Carnaval às 19 horas, para que a primeira escola possa desfilar às 20 horas. Além disso, o tempo de intervalo de uma escola e outra será reduzido para 20 minutos”. 

Apesar da festa contar com um dia a menos de apresentações, o desfile de 2018 contará com a mesma infraestrutura oferecida na última edição do Carnaval, com frisas destinadas ao público, garantindo maior proximidade do público com os sambistas. Cinco pavilhões vão abrigar as frisas, que são totalmente cobertas. Não haverá arquibancada. O sambódromo tem capacidade para receber até 10 mil foliões por noite. 

Os ingressos para a festa, realizada na Passarela Dráusio da Cruz (Avenida Afonso Schmidt, s/nº), na Zona Noroeste, custarão R$ 10,00 a quem doar um quilo de alimento não perecível. Ao todo, a Prefeitura espera vender 10 mil convites por dia. A previsão é de que os ingressos comecem a ser comercializados a partir da segunda quinzena de janeiro. 

Tudo sobre: