EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

9 de Dezembro de 2019

Bombeiros se mobilizam para combater incêndio em terminal do Porto de Santos

Viaturas foram acionadas para controlar as chamas no terminal da Cutrale, na Margem Esquerda do complexo portuário

Um incêndio atingiu um terminal do Porto de Santos na tarde desta quarta-feira (27). Ainda não há informações do que ocasionou o incidente ou se há feridos.

O incêndio teve início por volta das 16h, em um dos equipamentos da Cutrale, empresa responsável pela produção de suco de laranja, localizada na Margem Esquerda do complexo portuário, no bairro Jardim Conceiçãozinha, em Vicente de Carvalho, Guarujá.

O Corpo de Bombeiros informou que viaturas foram deslocadas ao terminal para controlar o fogo, que foi extinto por volta das 17h. A Brigada de Incêndio da Guarda Portuária também foi acionada ao local para auxiliar nos trabalhos. A fumaça oriunda do incêndio pode ser vista de diversos pontos das cidades de Santos e Guarujá.

Em nota, a Praticagem informou que, às 16h05, foi detectado incêndio no terminal da Cutrale (na esteira do carregador). Às 16h35, foi solicitado pelo agente da Lachmann prático a bordo para desatracar o navio Orange Wave, atracado naquele berço. O prático embarcou às 16h40. O incêndio está sob controle, e o navio está se preparando para desatracar. O tráfego no canal permanece normal.

Também por meio de nota, a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) informou que, por volta das 16h10, a Santos Port Authority (SPA) foi notificada da ocorrência de um foco de incêndio em uma esteira de transporte de carga no terminal portuário da Cutrale. Foram acionados o Corpo de Bombeiros, que enviou dez viaturas e 26 homens, e a Brigada de Incêndio da SPA. O fogo foi combatido também com apoio de navios rebocadores e de um cargueiro que estava no terminal portuário, que captaram água do mar para resfriar o local. O incêndio foi debelado por volta das 17h, sem registro de feridos e não houve necessidade de interrupção da navegação no Canal do Porto de Santos.

Já a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) informou que apurou junto à empresa que pode ter ocorrido um curto-circuito no motor da esteira, dando início ao incêndio. Cerca de 180 metros, do total de 200 metros, da esteira foram atingidos pelo fogo. No momento do incêndio, segundo representante da empresa, o equipamento não estava em funcionamento. A agência avalia se houve danos ambientais. Posteriormente, após concluir a apuração, deverá definir as ações cabíveis.

A Cutrale, por sua vez, reforçou que o fogo na esteira foi combatido pelo Corpo de Bombeiros e pela Brigada de Incêndio da SPA, com o apoio de navios rebocadores e de um cargueiro que estava no terminal portuário. "Uma investigação será feita para apurar o ocorrido, já que a manutenção é realizada periodicamente", finalizou.

Incêndio atinge terminal da Cutrale no Porto de Santos (Foto: Alexsander Ferraz/AT)
Incêndio atinge terminal da Cutrale no Porto de Santos (Foto: Reprodução)
Tudo sobre: