EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

5 de Agosto de 2020

Autoridade Portuária de Santos aguarda conclusão da batimetria do canal de navegação

Serviço, que consiste no levantamento de profundidades do canal, ainda não foi finalizado devido ao mau tempo

A Autoridade Portuária de Santos aguarda a melhoria das condições climáticas para a conclusão da batimetria (levantamento de profundidades) do canal de navegação do Porto de Santos. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) confirmou, nesta terça-feira (7) a conclusão da dragagem que contratou para o Porto de Santos. 

Até o mês passado, a dragagem era realizada pela Van Oord Operações Marítimas através de um contrato firmado com o Governo Federal. No entanto, havia necessidade de que o Dnit comunicasse formalmente a Autoridade Portuária sobre o fim dos trabalhos, com o termo de recebimento do serviço. 

O documento era necessário para que a DTA Engenharia possa iniciar a dragagem do canal de navegação. A empresa é a responsável pela dragagem de toda a extensão da via marítima, desde o acesso até os berços.  

A partir de agora, as dragas serão deslocadas até o Porto de Santos. O prazo previsto em contrato para que isto aconteça é de 20 dias.  

A empresa já iniciou uma frente de trabalho no Porto de Santos. Os pontos de atracação foram a primeira etapa do contrato e isto foi necessário para que os berços de terminais de contêineres recuperassem calado após o assoreamento causado pelo tempo em que a obra ficou paralisada, por conta de uma disputa judicial. 

Atualmente, a Autoridade Portuária está realizando a batimetria cujos dados serão informados à Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP) após a finalização do serviço. Mas, segundo a estatal, havendo necessidade, o contrato de manutenção será executado.  

A Tribuna apurou que os trabalhos precisam ser suspensos em período de mau tempo. Por isso, a estatal aguarda a melhora das condições climáticas na região.  

Tudo sobre: