Antaq autoriza operações de novas empresas brasileiras de navegação

Autorizações foram publicadas no Diário Oficial da União

A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) autorizou a operação de novas empresas brasileiras de navegação (EBNs), por prazo indeterminado, localizadas nos estados do Pará, Amazonas e Maranhão. As autorizações foram publicadas no Diário Oficial da União na última terça-feira (4).

Para operar na prestação de serviços de transporte de granel líquido, biocombustíveis, petróleo e seus derivados, na navegação interior de percurso longitudinal interestadual, na Região Hidrográfica Amazônica, está habilitada a empresa Petrodado Comércio de Combustíveis Ltda, estabelecida em Itaituba, no Pará. 

Eliana Pinheiro da Costa ME, localizada em Lábrea, no Amazonas, agora poderá operar transportando granéis líquidos, biocombustíveis, petróleo e seus derivados, nos trechos interestaduais de competência da União, também no percurso longitudinal interestadual na Região Hidrográfica Amazônica.

Da mesma forma, com permissão da Antaq para atuar na mesma região, a TED Transporte Navegação e Comércio de Derivados de Petróleo Ltda, também do Amazonas, em Manaus, poderá operar com transportes de biocombustíveis, petróleo e seus derivados.

Outras permissões

A Antaq autorizou, por prazo improrrogável de 180 dias, a atuação da Pipes Empreendimentos LTDS, de Carolina, no Maranhão, como empresa brasileira de navegação na prestação de serviços de transporte de passageiros, veículos e cargas na navegação interior de travessia interestadual, na Região Hidrográfica do Tocantins-Araguaia.

A instalação flutuante de pontão de combustíveis da LJ Combustíveis e Transporte por Navegação LTDA, localizada na Baía do Rio Negro, em Manaus, no Amazonas, também teve seu registro de instalação portuária de apoio autorizado pela Antaq. Esta autorização foi fornecida no último dia 30.

Tudo sobre: