EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

8 de Agosto de 2020

Acessos ao Porto de Santos terão semáforos inteligentes

Os equipamentos serão implantados em vias que levam ao Porto de Santos, graças a um acordo entre Prefeitura e empresa Stolthaven

A implantação de semáforos inteligentes em pontos de congestionamento e excesso de veículos no acesso ao Porto de Santos será viabilizada através do Termo de Responsabilidade de Implantação de Medidas Mitigatórias e Compensatórias (Trimmc), firmado entre a Stolthaven Santos e a Prefeitura. Além disso, a empresa também foi responsável pelo repasse de recursos utilizados para compra de testes de Covid-19.

O documento foi assinado pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) e o gerente-geral da Stolthaven no Brasil, Marcelo Tiacci Schmitt. Ele é fruto de exigências após obras de expansão da área de tanques do terminal da empresa, realizadas entre os anos de 2017 e 2019. 

A Stolthaven Santos ocupa uma área de aproximadamente 94 mil metros quadrados e, na expansão mais recente, a empresa investiu em novos tanques para armazenagem de combustíveis, ampliando sua capacidade em 15 mil metros cúbicos, totalizando os atuais 150 mil metros cúbicos. 

Impacto

Isso gerou a necessidade de avaliação do impacto da obra no entorno, considerando a população e demais terminais de outras empresas instaladas no local. A área de influência do empreendimento inclui, parcialmente, o bairro Chico de Paula.

Como empresa que atua nas cadeias logísticas, a infraestrutura foi um dos alvos, com a revitalização e implantação de sinalização com semáforos inteligentes na via de entrada principal do Porto. O local passa por melhorias em todo o entorno da chegada à Cidade pela Via Anchieta, e também é acesso para uma das entradas do terminal da Stolthaven Santos. 

O cruzamento entre a Avenida Doutor Albert Schweitzer e Rua Augusto Scaraboto é ponto de problemas diários envolvendo congestionamento e excesso de veículos. Isso impacta diretamente no planejamento logístico das empresas da Alemoa e caminhoneiros, assim como na rotina dos funcionários, moradores e pedestres. O problema será resolvido com os investimentos nos semáforos.

“Os semáforos fazem uma leitura dinâmica, ajustando abertura e fechamento dos sinais em cruzamentos que tenham diferentes volumes de tráfego durante o dia”, explica o executivo. Segundo ele, não será mais necessária a intervenção de um fiscal da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) em momentos de maior movimentação de veículos. 

A negociação para a escolha dos investimentos começou em outubro de 2019. Agora, os equipamentos devem ser adquiridos, com previsão de instalação durante o segundo semestre.

“Estamos há mais de quatro décadas em Santos e nossa atuação sempre foi para o desenvolvimento do Porto, com ações transparentes e em conformidade com a legislação. Nós encontramos uma forma inteligente com a Prefeitura de Santos para direcionar os investimentos previstos no Termo de Responsabilidade para ações que possam dar o maior retorno à sociedade no momento”, afirma Schmitt.

Segundo o executivo, os planos da empresa incluem uma nova expansão. Dessa vez, a ideia é garantir mais 50 mil metros cúbicos para a armazenagem de granéis líquidos. Mas, diante da pandemia, o objetivo poderá ser adiado.

“Ainda estamos analisando os leilões que estão acontecendo pelo Brasil. Vão ter os leilões do STS08 e STS08A no Porto de Santos e os três terminais de Itaqui (MA). Uma das minhas missões é rejuvenescer a marca e a presença. Estamos buscando bons projetos”, observa. 

Covid -19

O apoio ao combate da crise causada pelo coronavírus foi outra decisão do aporte da Stolthaven. A área da Saúde foi contemplada com recursos da empresa para o Fundo de Desenvolvimento Urbano do Município de Santos (Fundurb) para infraestrutura. 

“Solidários à urgência do combate ao novo coronavírus neste momento, proporcionamos meios para que a área de Saúde de Santos possa atender toda a população com eficiência e bons recursos, além de garantir investimentos na melhoria do trânsito, com implantação de sinalização inteligente da nova e principal via de acesso ao Porto de Santos, desafogando o fluxo na entrada da Cidade”, pontua Schmitt. 

Tudo sobre: