EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Na véspera de apresentar parecer, relator defende PEC da reforma no Instagram

Usando dados do governo, o deputado escreveu que os gastos com a Previdência Social 'devem superar em mais de três vezes os gastos com saúde, educação e segurança pública'

Na véspera de apresentar o relatório na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara sobre a proposta de reforma da Previdência, o deputado Marcelo Freitas (PSL-MG) publicou um texto no seu Instagram no qual defende a Proposta de Emenda Constitucional (PEC).

Usando dados do governo, o deputado escreveu que os gastos com a Previdência Social "devem superar em mais de três vezes os gastos com saúde, educação e segurança pública", áreas com "problemas mais graves e urgentes, de acordo com diversos levantamentos junto à população brasileira".

Na publicação, o relator ainda cita o projeto anticrime do ministro da Justiça, Sergio Moro, dizendo que o projeto de Moro e a proposta de reforma podem caminhar juntos. "Falo isso como uma das pessoas que mais coordenaram ações de combate à corrupção na história da Polícia Federal", disse o deputado, que é delegado da PF.

A citação de Freitas ao projeto de Moro ocorre depois da pacificação entre o ministro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Os dois haviam trocado farpas depois de Moro pressionar Maia por maior urgência na tramitação de seu projeto, que estava sendo preterido em lugar da reforma da Previdência.

"É difícil fazer o que deve ser feito! É preciso dizer o que deve ser dito! A reforma da Previdência, sem excluir outras, é uma necessidade! O Congresso Nacional é soberano e saberá encontrar a melhor solução que o Brasil verdadeiramente exige! Estamos apenas fazendo a nossa parte e não hesitaremos em cumprir com o nosso dever à nação!", encerrou o deputado.