Estágios e trainees: Johnson, Bayer, Google e outras empresas pagam salários de até R$ 7 mil

São 7.072 vagas à disposição em corporações e agências de recrutamento de jovens talentos

Que tal ganhar até R$ 7 mil por mês, aprender tudo sobre o mundo corporativo e enriquecer o currículo trocando experiências com profissionais de outros países? Isso é possível em alguns dos principais programas de estágios e trainees em andamento no País. Somados, eles têm 7.072 vagas e abrem as portas de diversos setores do mercado. Aos jovens talentos, o desafio é escolher qual lhe agrada mais e ir à luta.

>>> CLIQUE E CONFIRA AS OPORTUNIDADES DA SEMANA

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

O salário mais elevado da semana é o de trainee internacional da Johnson & Johnson. Entre as exigências, estão formatura entre julho de 2019 e julho de 2021 e domínio do Inglês, devido ao contato constante com setores da empresa em outros países. A chance é na área de finanças, lidando com balanços, auditorias e tomadas de decisões que visem o cenário mais seguro à companhia.

Contudo, é preciso correr, pois o prazo de inscrição deste programa de trainee chega ao fim nesta quinta-feira (25). Além dos R$ 7 mil, a Johnson promete participação nos lucros, benefícios e descontos nos produtos da empresa. Inicialmente, o serviço será remoto, devido à pandemia. Quando a situação melhorar, os trainees atuarão em São Paulo ou São José dos Campos.

Já entre os estágios, somadas, Bayer, Siemens, Siemens Energy e Serasa Experian trazem ao menos 160 chances para quem ainda está na jornada para obter o diploma do Ensino Superior. As empresas são a novidade da semana na lista de ATribuna.com.br. Na Serasa, por sinal, o valor da bolsa-auxílio é um atrativo, pois começa em R$ 1.500,00 e pode chegar a R$ 2.600,00 em dois anos.

Na multinacional alemã Bayer, há oportunidades aos estudantes em nove estados, incluindo São Paulo. Entre as vantagens oferecidas, está um curso de Inglês on-line gratuito. Tudo porque, na última seleção do tipo feita pela companhia, apenas 24% dos inscritos diziam ter conhecimento avançado ou fluência no idioma mais falado mundo afora.

Por fim, no Google, acabam nesta sexta-feira (26) as inscrições a jovens que cursam Ciência da Computação. Com o agravamento do cenário envolvendo a covid-19, o estágio será remoto, sem necessidade de comparecimento ao escritório de Belo Horizonte (MG), por isso a empresa recebe currículos do País todo. O salário não foi revelado.

Tudo sobre: