EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

10 de Agosto de 2020

Teste de vacina contra a Covid-19 funciona em humanos e Pfizer espera produzir 1,2 bilhão de doses

Vacina foi capaz de gerar anticorpos contra o coronavírus. Pacientes tiveram efeitos colaterais, como febre e o sono afetado

A vacina contra a Covid-19 produzida pela Pfizer em parceria com a BioNTech mostrou um resultado satisfatório em seu teste. Ela foi capaz de gerar anticorpos em humanos saudáveis, mas também causou efeitos colaterais, como febre, em doses mais altas. A informação foi divulgada pelo site Medrxiv.

Participaram do estudo 45 voluntários, que receberam três doses da vacina ou placebo. Entre eles, 12 receberam uma dose de 10 microgramas, 12 tomaram 30 microgramas, 12 receberam uma dose de 100 microgramas e nove foram tratados com a versão em placebo da vacina.

Por ter causado efeitos colaterais, a dose mais alta, de 100 microgramas, só foi aplicada uma única vez nos pacientes, que tiveram febre como reação à vacina.

Três semanas depois de terem tomado a primeira fose, os pacientes voltaram a tomar a segunda dose da injeção. O resultado foi que 8,3% das pessoas que tomaram 100 microgramas e 75% das que tomaram 30 também tiveram febre.

Além da alta temperatura corporal, outro efeito colateral que a vacina teve foi o sono afetado. Porém, os pesquisadores não consideram que sejam efeitos sérios, já que nenhum caso precisou de hospitalização.

A Pfizer fará novos testes em breve para provar que quem tomou a vacina é 50% menos vulnerável ao vírus. A empresa espera produzir 1,2 bilhão de dose até o final de 2021. Isso se a vacina se mostrar eficaz.

Tudo sobre: