Higienize bem os alimentos para evitar infecção

Quem se preocupa com a conservação e limpeza do que vai consumir corre menos risco de sofrer infecção alimentar

Cada vez mais as pessoas estão preocupadas com a alimentação. O hábito de comer de forma saudável, porém, não se resume a optar por carne, peixe ou algum tipo de salada. Garantir o consumo de alimentos bem higienizados e em bom estado de conservação é fundamental para manter a saúde em dia, passando longe de episódios de intoxicação alimentar.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), a cada ano, quase uma em cada dez pessoas no mundo - cerca de 600 milhões - adoece e 420 mil morrem depois de ingerir alimentos contaminados por bactérias, vírus, parasitas ou substâncias químicas.

“Alguns alimentos têm maior probabilidade de causar intoxicação alimentar devido à maneira como são produzidos e preparados”, explica Adriana Stavro, nutricionista, mestre em Nutrição Infantil e especialista em Doenças Crônicas não Transmissíveis pelo Hospital Israelita Albert Einstein. 

Segundo ela, carnes, aves, ovos e mariscos podem conter agentes infecciosos que morrem durante o cozimento. Se esses alimentos forem consumidos crus, não tiverem o cozimento adequado ou se as mãos e superfícies não foram limpas após o contato, pode ocorrer a intoxicação.

“Os patógenos podem ser encontrados em quase todos os alimentos que os humanos comem. No entanto, o calor do cozimento geralmente mata antes que cheguem ao nosso prato. Alimentos ingeridos crus são fontes comuns de intoxicação alimentar porque não passam pelo processo de cozimento”, detalha Adriana.

Tipos de agentes 

A contaminação bacteriana pode ocorrer desde a colheita até a hora em que o alimento é colocado à mesa, com fontes ambientais, animais ou humanas. 

As bactérias são a causa mais corriqueira de intoxicação alimentar e nomes como E. coli, Listeria e Salmonella> são os mais comuns. A intoxicação causada por parasitas não é tão comum, mas casos provocados pelo Toxoplasma são vistos com mais frequência. 

Os sintomas podem variar, dependendo da fonte da infecção, assim como o tempo que leva para que esses sintomas apareçam. Porém, de forma geral, cólicas abdominais, diarreia, vômito, perda de apetite e febre baixa acontecem com frequência.

Higienização eficiente

Conforme a também nutricionista Letícia Lopes, apenas lavar alimentos com água não é suficiente, já que isso garante a retirada de uma sujeira superficial. O correto é, antes da higienização, retirar todas as partes estragadas, passar os produtos em água corrente e deixá-los em uma solução higienizante (veja abaixo)

Tudo sobre: