EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

22 de Maio de 2019

Venezuela perdeu mais de US$ 875 milhões com apagão

Valor leva em conta os prejuízos causados pela paralisação da indústria em todo o país

Os venezuelanos ainda sofrem com falta de água e comida após o pior apagão da história do país, que deixou milhões em prejuízos em uma economia já arruinada. O ministro de Comunicação da Venezuela, Jorge Rodríguez, informou que o fornecimento de energia elétrica foi totalmente restabelecido depois do blecaute. Porém, alguns estados - como Zulia, Táchira, Mérida e Barinas - tinham grandes áreas sem energia.

Segundo a consultoria Ecoanálitica, as perdas causada pelo apagão já chegam a US$ 875 milhões. “A indústria está paralisada e para se recuperar o país terá de buscar o apoio multilateral e do setor petrolífero”, disse Asdrúbal Oliveros, diretor da Ecoanálitica. 

Em um país que há anos sofre com a escassez de alimentos, a crise de energia provocou perdas de US$ 5,5 milhões para os produtores de carne e laticínios, segundo a Federação Nacional de Pecuaristas.

O problema maior agora é a água. Longas filas se formaram em torno de caminhões-pipa cedidos pelo governo e prefeituras para abastecer a população.