EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

25 de Junho de 2019

'Reforma só será aprovada com pressão da sociedade sobre parlamentares', diz Joice

Hasselmann argumentou que os investimentos só vão deslanchar quando a "mangueira furada" da economia for consertada

A líder do governo no Congresso, deputada Joice Hasselmann (PSL-SP), fez um apelo na manhã desta segunda-feira (10) para que representantes da indústria usem sua influência para convencer parlamentares a aprovar a reforma da Previdência, com o argumento de que os investimentos só vão deslanchar quando a "mangueira furada" da economia for consertada.

"Para ter investimentos, é preciso que haja estabilidade, precisamos que o País fique arrumadinho economicamente, que consertemos a mangueira furada da nossa economia, furada pela Previdência", disse a deputada, em discurso proferido na abertura do 8º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria, que ocorre em São Paulo e é organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). "Não adianta colocar mais água na mangueira e mais pressão para dentro da mangueira furada, a água vai continuar saindo. Para consertar a mangueira, temos de aprovar a Previdência, e cada um de vocês tem muito poder de influência, cada um de você é um influenciador", comentou.

A líder do governo no Congresso afirmou que a reforma só será aprovada se houver uma pressão da sociedade sobre os parlamentares, "um movimento de fora para dentro". 

Por isso, disse, é importante convencer a população da necessidade da proposta, para que empurrem os deputados em cima do muro.

A deputada afirmou que 60% dos brasileiros já apoiam a reforma da Previdência e contou que tem trabalhado para que, no início do mês que vem, esse apoio esteja em torno de 75%. "Podemos ter uma grande multidão nesse país que seja pró-Previdência", disse.