Primeiro homem curado do HIV morre de câncer nos Estados Unidos

O caso de Timothy Ray Brown inspirou uma geração de cientistas

O primeiro paciente do mundo curado de HIV, Timothy Ray Brown, morreu vítima de um câncer nos Estados Unidos. O anúncio foi feito pelo companheiro do homem nas redes sociais. 

Assine A Tribuna agora mesmo por R$ 1,90 e ganhe Globoplay grátis e dezenas de descontos!

"É com grande tristeza que anuncio que Timothy morreu esta tarde cercado por mim e amigos, após uma batalha de 5 meses contra a leucemia", afirmou Tim Hoeffgen.

Brown foi diagnosticado com leucemia em 2006. Na época, o médico Gero Huetter, especialista em câncer sanguíneo da Universidade de Berlim, defendia que um transplante de medula era a melhor chance para que o paciente sobrevivesse e propôs utilizar o procedimento também para tentar curá-lo do HIV, com a participação de um doador com uma rara mutação genética que fornece resistência natural ao vírus da Aids.

O caso dele inspirou uma geração de cientistas e deu esperança a pacientes infectados de que um dia será encontrada uma cura para a doença. 

*com informações do G1

Tudo sobre: