EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

20 de Julho de 2019

Prefeito é visto em restaurante no Uruguai após apresentar atestado de 14 dias

José Crespo foi encontrado por uma moradora de Sorocaba no Mercado do Porto, em Montevidéu. Prefeito entregou atestado médico que determinava 'repouso domiciliar' por 14 dias

Uma moradora de Sorocaba, interior de São Paulo, encontrou o prefeito da cidade, José Crespo (DEM), em um restaurante em Montevidéu, no Uruguai. O encontro ocorreu no último domingo (7), dias depois de ele apresentar à Câmara dos Vereadores um atestado médico para se afastar da administração.

O atestado foi emitido no dia 3 de julho, em São Paulo. O médico determina que ele deva “permanecer em repouso domiciliar” por 14 dias, ou seja, até 17 de julho. No atestado, o médico não informou a CID, que é a classificação internacional de doenças.

O documento foi protocolado na Câmara no último dia 5. Antes disso, no dia 3, ele deveria ter prestado depoimento à CPI da Câmara, mas alegou que precisava passar pelo médico em São Paulo.

Nesta quinta-feira (11), ele também era aguardado para depor na Câmara, mas não compareceu por conta do “repouso domiciliar” determinado pelo médico.

A moradora que encontrou o prefeito informou que ele estava passeando com a mulher no Mercado do Porto, na capital uruguaia. O registro foi feito quando o casal parou em uma lanchonete.

Por meio de nota, a prefeitura da cidade informou que “por se tratar de questões de cunho pessoal do prefeito José Crespo, não tem conhecimento do fato apontado pela reportagem”.

Crespo é investigado em quatro inquéritos da Polícia Civil e em uma Comissão Processante da Câmara dos Vereadores.

Atestado médico informa que o prefeito deveria ficar em 'repouso domiciliar' durante 14 dias (Foto: Divulgação) 

*Com informações do G1