Grávida morre dias depois de descobrir pelo Facebook que a mãe havia falecido pela Covid-19

Antes da morte mãe, Elis Jade do Nascimento também viu sua avó materna partir por conta do novo coronavírus

Grávida de seis meses, Elis Jade do Nascimento, de 28 anos, estava internada em uma maternidade de um hospital de Teresina, Piauí, para tratar da Covid-19, quando soube por meio do Facebook que sua mãe tinha morrido por complicações do vírus.

A notícia acabou abalando Elis, que teve uma piora em seu quadro e precisou ser encaminhada para a UTI da maternidade no dia 28 de junho, oito dias após descobrir que a mãe havia falecido.

Antes, Elis Jade já tinha perdido a avó materna por conta do novo coronavírus. Por conta disso, a família decidiu poupá-la de outra triste noticia, mas ela acabou descobrindo mesmo assim pela rede social. No domingo (2), a gestante não resistiu e também faleceu por complicaçoes da doença após perder o bebê.

"O bebê estava com 24 semanas em um grau de prematuridade extrema e foi a óbito devido a gravidade da mãe. Não tinha como fazer uma cesariana, pois o bebê não conseguiria viver fora da barriga da mãe. Foi feito o parto induzido para expelir o feto para ela continuar o tratamento, mas não suportou e veio a óbito", informou o médico Arimatéa Santos Júnior.

A morte da gestante acabou comovendo a equipe médica, que sabia sobre as perdas de Elis nos últimos meses. Ela deixou uma filha de 7 anos.

*com informações do UOL

Tudo sobre: