EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

3 de Agosto de 2020

Bolsonaro diz que testou positivo para a Covid-19

Presidente apresentou sintomas da doença nesta segunda-feira. Laudo ficou pronto nesta terça

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que teve resultado positivo em novo exame para detectar se foi contaminado pela Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. O laudo ficou pronto no começo da tarde desta terça-feira (7), após o político apresentar sintomas da enfermidade, nesta segunda-feira (6). "Estou perfeitamente bem. Vou despachar por videoconferência e assinar papéis aqui (Palácio da Alvorada)", afirmou ele, no começo da tarde.

O resultado do exame foi informado pelo presidente e confirmado pela TV Globo, por volta do meio-dia desta terça-feira (7). Bolsonaro já havia informado a apoiadores que estava com febre e dores no corpo. Por essa razão, ele decidiu fazer o exame. A apoiadores, ele também havia dito que fez uma radiografia e que o pulmão “estava limpo”. 

O presidente informou que teve febre acima de 38 graus, mas que, na noite desta segunda-feira (6), a temperatura começou a ceder. Afirmou também que sentiu mal-estar e cansaço. Na manhã desta terça-feira (7), ele comentou que está se sentindo  “perfeitamente bem”. 

Bolsonaro sustenta ter tomado cloroquina, remédio que vem defendendo como uma das formas de tratamento para a Covid-19, apesar de não existir comprovação científica da eficácia dessa substância no combate da doença.  

Jair Bolsonaro tem 65 anos, sendo considerado da faixa etária considerada por especialistas como grupo de risco. Ele afirma estar em repouso e ter cancelado a agenda política na tarde desta terça-feira (7). 

Encontros recentes 

No sábado (4), Bolsonaro participou de um almoço promovido pela embaixada dos Estados Unidos no Brasil em comemoração à independência norte-americana. Além do presidente, estiveram no encontro um dos filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). 

Na ocasião, os participantes posaram para fotos sem máscaras. Em uma das imagens, Bolsonaro aparece abraçado ao ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo. Ao G1, a embaixada norte-americana informou que o embaixador Todd Chapman não apresenta sintomas e “fará os testes”. 

Ainda no sábado, Bolsonaro sobrevoou as áreas atingidas por um ciclone em Santa Catarina. Conforme fotos divulgadas pelo Palácio do Planalto, o presidente, usando máscara, apertou a mão de uma mulher, caminhou ao lado de políticos e fez foto ao lado de funcionários do aeroporto. 

Nesta segunda, Bolsonaro teve uma série de reuniões ao longo do dia com ministros Paulo Guedes (Economia), José Levi (AGU), Braga Netto (Casa Civil), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo) e Augusto Heleno (GSI). Heleno já teve Covid-19 e se recuperou. 

Tudo sobre: