Logo A Tribuna

Búzios prevê multa de até R$ 30 mil para coibir aglomeração

Festas não autorizadas podem levar à cassação do alvará para o comércio

Por: Do Estadão Conteúdo  -  30/12/20  -  22:00
Em Búzios, é preciso apresentar código emitido por estabelecimentos comerciais e de hospedagem
Em Búzios, é preciso apresentar código emitido por estabelecimentos comerciais e de hospedagem   Foto: Prefeitura de Búzios

Búzios, na Região dos Lagos fluminense, tem endurecido medidas. Festas não autorizadas podem levar à cassação do alvará para o comércio e multa de até R$ 30 mil. Em barreiras sanitárias na cidade, é preciso apresentar código emitido por estabelecimentos comerciais e de hospedagem.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A prefeitura disse que fiscais e agentes atuam "para coibir o desrespeito" às regras e "garantir a segurança de moradores e visitantes".


A cidade quase teve um lockdown há dez dias, por decisão judicial.


O Estado diz dialogar com prefeituras e adotar ações para reduzir a circulação.


A cidade do Rio chama a atenção pela oferta de festas mesmo após cancelar a queima de fogos em Copacabana.


Em um site de vendas, há ingressos para 11 eventos do tipo, com entradas de R$ 490 a R$ 2,5 mil.


"Sabemos que fazer festa de réveillon, principalmente nesse ano, é uma grande responsabilidade. Mas estamos prontos para superar qualquer expectativa e, com todo o cuidado do mundo, fazer com que vivam o melhor réveillon de suas vidas", diz a descrição de um evento.


Logo A Tribuna