Anvisa aprova registro definitivo da vacina da Pfizer no Brasil

Imunizante teve segurança, qualidade e eficácia testadas pela equipe técnica pela agência

Após 17 dias de análise, a Gerência Geral de Medicamentos, da Segunda Diretoria, concedeu o primeiro registro definitivo de vacina contra a Covid 19, para uso amplo, nas Américas. O imunizante do Laboratório Pfizer/Biontech teve sua segurança, qualidade e eficácia, aferidas e atestadas pela equipe técnica de servidores da Anvisa que prossegue no seu trabalho de proteger a saúde do cidadão brasileiro. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

"Durante a análise de um dossiê de registro são realizadas avaliações minuciosas por especialistas, de todos os documentos e estudos que o compõe, como por exemplo, das informações sobre o desenvolvimento farmacotécnico, do relatório técnico do produto (características de qualidade, dados de fabricação, controle de qualidade e estabilidade) e do relatório de experimentação terapêutica (ensaios não clínicos e clínicos)", diz o Diretor Romison Mota.

O Diretor-presidente da Anvisa Antonio Barra Torres também informa que espera que outras vacinas estejam, em breve, sendo avaliadas e aprovadas. 

Tudo sobre: