EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

7 de Julho de 2020

Cresce em 64% número de famílias beneficiadas com kits de alimentação

A partir desta terça-feira (16), quase 26 mil alunos serão contemplados

A cada nova data de entrega, a Secretaria de Educação (Seduc) vê aumentar o interesse pelos kits de alimentação escolar. A partir desta terça-feira (16), a Seduc inicia a distribuição dos mantimentos que beneficiará 25.939 famílias de alunos rede municipal de ensino em vulnerabilidade social. Na comparação com a edição anterior, quando 15.781 crianças receberam os kits, o crescimento foi de 64% no número de contemplados.

Essa será a primeira entrega realizada pela Seduc após as readequações que passou a distribuição de quinzenal para mensal. A última edição ocorreu em maio, quando a família de 15.781 alunos foi contemplada. Assim como ocorreu nas outras quatro etapas, pais e responsáveis que fizeram o cadastro solicitando o kit de alimentação escolar devem procurar a unidade de ensino onde a criança está matriculada para retirar os mantimentos.

Os itens separados pela Divisão de Alimentação Escolar são produtos que seriam utilizados na produção da merenda escolar dos estudantes. Fazem parte dos produtos fornecidos alimentos perecíveis, assim como aqueles com data de validade estipulada para os próximos meses e demais itens. Para a subsecretária de Administração, Vanessa Rovenna, responsável pela Seduc, conforme o caminhar do isolamento social, mais famílias precisaram solicitar os kits.

"A cada edição vemos o número de famílias interessadas em receber os kits de alimentação aumentar. Muitos no início não precisavam, porém, com as medidas de isolamento social mantidas precisaram recorrer a esse benefício", destacou Vanessa Rovenna. "Por isso, fizemos as readaptações
necessárias com objetivo de melhor atender as famílias dos alunos que serão contempladas com os alimentos".

Com a distribuição, a pasta municipal auxilia em garantir a alimentação dos alunos em vulnerabilidade social. Por conta da dificuldade financeira enfrentada pelas famílias, antes mesmo deste período pandêmico, algumas crianças aproveitam a merenda oferecida nas escolas para suprir a necessidade nutricional recomendada. Com a suspensão das aulas por tempo indeterminado, os estudantes deixariam de fazer a principal refeição do dia.

Para mais informações, os interessados devem procurar a unidade de ensino onde a criança está matriculada.

Tudo sobre: