EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

16 de Julho de 2019

Jair Bolsonaro deixa o Forte dos Andradas após passar feriado em Guarujá

De acordo com programação extraoficial, presidente deve passar o restante do dia em Brasília, com a família

Após passar boa parte do feriado prolongado de Páscoa no Forte dos Andradas, em Guarujá, Jair Bolsonaro deixou a fortificação na manhã deste domingo (21), por volta das 10h, a bordo de um helicóptero da Força Aérea Brasileira (FAB).

Todas as viaturas oficiais que participaram do esquema de segurança da visita presidencial também já deixaram o Forte. De acordo com programação extraoficial, o presidente deve passar o restante do dia em Brasília, com a família.

Estadia agitada

Bolsonaro chegou a Guarujá na tarde de quinta-feira (18). Na noite de sexta (19), o presidente usou sua conta oficial do Instagram e publicou uma foto ao lado da mãe, Olinda Bolsonaro. Depois, saiu da fortificação para jantar em um restaurante na cidade.

"Bom ter você comigo nesta Páscoa, mãe! Um abraço a todos!", escreveu o presidente, vestindo a mais nova camisa da seleção brasileira.

Na manhã de sábado (20), Bolsonaro aproveitou o sol forte para passear em um navio da Marinha e mergulhar no mar da cidade. O passeio durou toda a manhã e ocorreu à convite da própria Marinha do Brasil, que fez a segurança presidencial do espaço marítimo com o Navio-Patrulha Guaporé, utilizado na atividade.

Bolsonaro passeou em navio-patrulha da Marinha (Foto: Arquivo Pessoal)

Ainda no sábado, Bolsonaro fez nova aparição na frente do Forte dos Andradas. Ele recebeu o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, durante a tarde e, no início da noite, dirigindo uma moto, atendeu a fãs, tirou muitas fotos e conversou brevemente com a imprensa, vestindo a camisa 10 do Paris Saint-Germain, utilizada por Neymar.

"A minha vida não tem descanso. Sigo sério trabalhando. Recebi o ministro [presidente do BC] e conversei com ele por duas horas. Posso mudar o destino do Brasil. É uma missão", disse o presidente.

Em nota, a assessoria do Planalto disse não ter conhecimento sobre o encontro entre os dois, uma vez que o presidente cumpre agenda privada. A assessoria do Banco Central afirmou que Bolsonaro e Campos Neto tiveram "um almoço de Páscoa, nada de trabalho".

Bolsonaro passeou de moto em Guarujá (Foto: Carlos Abelha/TV Tribuna)