Campeões mundiais de para surfing recebem homenagens no 25º A Tribuna de Surf Colegial

Guarujaenses Malu Mendes, Mike Richard e Alcino Pirata foram os melhores do mundo este ano na Califórnia (EUA)

Malu Mendes, Mike Richard e Alcino Neto, o Pirata, três surfistas de Guarujá, que este ano foram campeões mundiais de para surfing na Califórnia/EUA, serão os homenageados no 25º A Tribuna de Surf Colegial. Como em todas edições, o evento escolhe personagens que colaboraram, de alguma forma, para o crescimento do esporte. A entrega das placas será realizada na premiação da etapa inicial, no próximo final de semana (sábado ou domingo, dependendo das condições de ondas), na Praia do José Menino, em Santos.

Clique e Assine A Tribuna por R$ 1,90 e ganhe acesso ao Portal, GloboPlay grátis e descontos em lojas, restaurantes e serviços!

“É um orgulho poder destacar o feito desses três representantes da nossa região, que defenderam o Brasil no Mundial e ajudando diretamente a quebrar barreiras e promover a inclusão social. O melhor ainda é que os três têm ligação com o nosso campeonato. A Malu e o Mike competiram, fizeram final, ele foi campeão, inclusive, e o Pirata treinou muitos atletas em sua escolinha, entre eles o Mineirinho, nosso maior exemplo”, afirma o diretor-presidente do Grupo Tribuna, Roberto Clemente Santini.

Os três atletas fizeram parte da seleção brasileira campeã geral no ISA World Para Surfing Champioship, garantindo à cidade de Guarujá três das quatro medalhas individuais de ouro. Malu agradece a homenagem do A Tribuna de Surf Colegial, campeonato que guarda com carinho em sua memória, por ter competido em condições de igualdade com outras atletas, inclusive, a atual campeã brasileira profissional, Júlia Santos.

Trio fez parte da seleção brasileira campeã geral no ISA World Para Surfing Champioship. No destaque, Mike Richard (Foto: Divulgação)

Na ocasião, defendendo o Colégio Objetivo. “Eu tinha uns 15 anos e fiquei em quarto lugar. Foi uma grande conquista. Fiquei muito feliz pela homenagem e pelo reconhecido, ainda mais vindo de um campeonato tão tradicional como o A Tribuna”, afirma Malu, que tem outra forte ligação com o evento, através do patrocinador master, a Blue Med, que é parceira oficial da Escola de Surf Adaptado de Santos, onde ela treina.

“A Escola de Surf Adaptado é um sonho e com o apoio da Blue Med vou estudar Educação Física e, quem sabe, trabalhar nesse projeto para ajudar futuros surfistas com deficiência. Quero agradecer a todos profissional que trabalham lá, principalmente ao Cisco (Araña). Eles são inspiração para mim”, diz Malu, que é filha do experiente Paulo Kid, ex-competidor, com títulos na Europa e hoje um dos principais técnicos de surf do País.

Mike Richard também recorda de sua conquista em 1999, quando foi campeão da categoria júnior e viajou para o Havaí, junto com Adriano de Souza, o Mineirinho, campeã da iniciante naquele ano. “É gratificante o Grupo Tribuna lembrar dos nossos resultados. Fiquei feliz”, diz o atleta, que ficou cinco anos sem competir, após seu acidente de moto em outubro de 2004, e perder os movimentos do braço direito.

“Por causa do A Tribuna fui para o Havaí. Ganhamos passagem para a Califórnia e aproveitamos. O Mineiro foi comigo”, recorda Mike, que defendia a Escola Estadual Milton Borges Ypiranga e hoje tem uma escolinha de surf na Praia da Enseada, que leva o seu nome.

Alcino também ressalta a importância do reconhecimento feito por um campeonato que é referência na revelação de novos valores e tem como foco a educação. Sua escola de surf, na Praia de Pitangueiras, lançou vários nomes, como Mineirinho, em suas primeiras experiências com pranchas. “Sempre acompanhei esses eventos e surgiram muitos talentos. Fantástico saber que existem pessoas que acreditam no potencial do esporte de base”, elogia.

“Muito gratificante saber que somos reconhecidos na nossa região”, reforça Pirata, que hoje mora no Havaí, onde ajuda a desenvolver um trabalho com o surf adaptado no North Shore, com novos materiais para pranchas e ensinando a surfar.

O 25º A Tribuna de Surf Colegial será disputado num único dia com as categorias júnior e feminina (limite de 18 anos), mirim (no máximo 16 anos) e iniciante (até 14 anos), e os atletas precisam estar regularmente matriculados em escolas da Baixada Santista e Litoral Norte. Mais informações, pelo telefone (13) 2102.7156, de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 15h às 18h ou pelo e-mail.

O 25º A Tribuna de Surf Colegial tem o patrocínio master de Blue Med Saúde, com patrocínio de DP World Santos. Apoio: Silver Surf. organização: Associação Sócio Educativa de Esporte e Lazer (ASEEL), Promifae - Prefeitura de Santos. 

Alcino Neto mora atualmente no Havaí (Foto: Divulgação)
Tudo sobre: