EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

12 de Julho de 2020

Porto de Santos segue otimista em relação a investimentos e recordes neste ano

Durante live no Facebook do Grupo Tribuna, Fernando Biral abordou a exportação, agronegócio e tecnologia no Porto

Com a expectativa de dois novos arrendamentos em agosto, o Porto de Santos segue otimista em relação a novos investimentos e recordes operacionais. Há, ainda, planos para realização de obras a partir dos valores obtidos com as outorgas de leilões.  

As previsões são do diretor-presidente da Autoridade Portuária de Santos, Fernando Biral. O executivo participou da live Porto & Mar, promovida pelo Grupo Tribuna, no Facebook, nesta quinta-feira (28).  

Segundo Biral, os indicadores são positivos para o agronegócio e as exportações neste ano. “O futuro e desafiador. A gente sabe que há queda de demanda de manufaturados. A importação, em função do cambio deve cair um pouco, mas acreditamos que esses recordes vão se manter e 2020 será ano de novos recordes para o Porto”. 

Os dois novos terminais de celulose do Porto de Santos serão leiloados no dia 28 de agosto. Os editais do STS14 e STS14A já foram publicados. O Governo Federal estima que, juntas, as duas instalações portuárias recebam investimentos de R$ 420 milhões da iniciativa privada.    

As estimativas do Ministério da Infraestrutura apontam que as outorgas devem girar em torno de R$ 110,9 milhões. Com os dois terminais, o Porto de Santos terá mais 248,8 mil toneladas de armazenagem de celulose.   

Com as outorgas, Biral espera destravar investimentos aguardados pela comunidade no Porto de Santos. Entre elas, estão a construção de avenidas perimetrais e a manutenção do cais. 

“Obras que foram paralisadas vão ser retomadas agora e vamos dar uma especial atenção para a Avenida Mario Covas, o viaduto da Alamoa. Há projeto executivo para os próximos três anos, investimentos que possam alcançar R$ 1 bilhão. Há demanda de recursos”, afirmou o diretor-presidente da Autoridade Portuária.

Tudo sobre: