Diogo Amorim vence Felipe Vaz pelo Torneio A Tribuna de Tênis

Tenista do Centro Santista de Tênis venceu o adversário do Iate Clube de Itanhaém no super tiebreak

As emoções do 61ª edição do Torneio A Tribuna de Tênis agitam as quadras de Santos. E nesta sexta-feira (13), na abertura da categorias 19/34 anos Masculino, no Clube Internacional de Regatas, Diogo Amorim, do Centro Santista de Tênis, e Felipe Vaz, do Iate Clube de Itanhaém, fizeram um confronto disputadíssimo, que  terminou no super tiebreak com vitória de Amorim por  2/6, 6/4 e 13/11.

Apesar da derrota, Vaz deixou a competição satisfeito. Ele começou a praticar tênis há um ano e a sua experiência é toda em quadra rápida. A estreia no saibro, porém, começou animadora. Com quebras de serviço, ele surpreendeu Amorim e venceu o primeiro set com propriedade. 

No segundo set, no entanto, Amorim, que disputa o torneio pela quarta vez, superou o nervosismo e viu o seu jogo se desenvolver. Com bolas alternadas nos cantos da quadra, ele cansou Vaz, que errou algumas devoluções. O tenista do Centro Santista também percebeu que o adversário tinha dificuldades com bolas altas. Insistindo nessas duas estratégias, Amorim venceu o set por 6 a 4. 

Felipe Vaz fez a sua estreia na quadra de saibro e deixou a competição satisfeito (Matheus Tagé/A Tribuna)

No super tiebreak, o cansaço e o receio de dar adeus ao torneio influenciou no desempenho dos atletas. Contudo, a maior experiência de Amorim pesou e ele venceu por 13 a 11.

Concentração

“O fato de estar em um campeonato pesa. No início a minha preocupação foi não errar, e isso me atrapalhou muito. Mas, no segundo set e no super tiebreak, mantive a concentração e passei a movimentá-lo na quadra. Consegui a vitória e seguir”, disse Amorim após a partida. 

Ele, porém, prefere não criar grandes expectativas para a continuidade do torneio. “O meu objetivo é jogar bem, jogar solto. Se conseguir isso, independentemente de ganhar ou perder, já vou estar feliz”.

Para Vaz, o confronto serviu de aprendizado e motivação.

“Foi a minha primeira participação, mas gostei. Vou procurar me preparar melhor no saibro, comprar um tênis mais adequado para essa quadra e voltar no ano que vem”.

Tudo sobre: