Contra o Fortaleza, São Paulo tenta manter 100% de aproveitamento contra Rogério Ceni

Um dos maiores ídolos do São Paulo tentará frear a boa fase do time da capital no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil

Rogério Ceni é um dos maiores ídolos do São Paulo e nesta quarta-feira (14), às 19h15, no Castelão, estará novamente no caminho da equipe. No comando do Fortaleza, o técnico tentará frear o bom momento do time paulista no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Será o quarto confronto entre o São Paulo e seu ídolo. Nos outros três encontros, 100% de aproveitamento. A última vez aconteceu no Brasileirão deste ano. Daniel Alves marcou e garantiu o 1 a 0.

Empolgado por duas vitórias seguidas no Brasileirão nas quais não sofreu gols, o São Paulo pretende repetir o bom futebol apresentado para trazer um bom resultado para a decisão, em casa.

O técnico Fernando Diniz deve promover a volta do meia Gabriel Sara na vaga do volante Tchê Tchê. Apostaria, assim, num esquema um pouco mais ofensivo, mas com alerta a seus jogadores. Ele usa a vitória do Fortaleza sobre o Atlético-MG como exemplo da força do oponente.

“Vamos jogar contra um grande adversário. O Rogério (Ceni) faz um trabalho de ponta no Fortaleza, um time difícil de jogar contra aqui em São Paulo e lá mais difícil ainda”, prega Fernando Diniz.

O técnico elogia a obediência técnica do Fortaleza e alerta que o perigoso rival tem condições de surpreender o São Paulo. Desta forma, cobra atenção.

Será o primeiro mata-mata são-paulino desde a eliminação no Paulistão diante do Mirassol. Aquele jogo sempre atormenta Diniz quando seu time não joga bem.

Tudo sobre: