EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

6 de Dezembro de 2019

Após segunda derrota seguida no Morumbi, Diniz diz que 'não adianta jogar tudo no lixo'

Técnico do São Paulo falou ainda que é preciso ter frieza para analisar os erros contra o Fluminense e o Athletico-PR

O que era para ser uma semana favorável para o São Paulo, já que jogou duas partidas seguidas no Morumbi, se tornou em uma sequência desastrosa. Na quinta-feira (7), o Tricolor perdeu para o Fluminense. Já neste domingo (10), acabou sendo derrotado pelo Athletico-PR. Após o segundo revés, Fernando Diniz falou sobre o trabalho que vem sendo realizado.

"Torcedor quer muito ganhar, e nós também. Agora, é ter frieza para analisar o que foi o segundo tempo contra o Fluminense, o que foram os primeiros 35 minutos contra o Fluminense, começo do jogo. E analisar o jogo contra o Athletico. Tivemos o domínio e não conseguimos vencer. Não adianta jogar tudo no lixo. Para o que a equipe almeja no campeonato, a semana foi desastrosa. Mas fizemos coisas boas e a partir disso podemos melhorar na sequência da temporada", disse o técnico tricolor.

Com os protestos da torcida, a pressão pela saída de Diniz do cargo de treinador aumentou. A diretoria são-paulina, no entanto, respalda o comandante do time.

"Vamos trabalhar internamente isso dos protestos. São Paulo é um clube gigante e torcedor tem paixão pela Libertadores. É natural que o torcedor vá protestar depois de duas derrotas em casa", comentou o técnico.

Tudo sobre: