Alex assume time sub-20 do São Paulo: 'Venho me preparando há sete anos'

Apresentado pelo clube do Morumbi, o jovem técnico de 43 anos ressaltou que apesar da estreia na função, carrega uma bagagem de sete anos de preparação

O ex-meia Alex iniciou nesta segunda-feira uma nova etapa no futebol. Após uma longa carreira profissional vitoriosa em equipes como Coritiba, Palmeiras, Cruzeiro e Fenerbahçe, o agora treinador iniciou o trabalho no comando do time sub-20 do São Paulo. Apresentado pelo clube do Morumbi, o jovem técnico de 43 anos ressaltou que apesar da estreia na função, carrega uma bagagem de sete anos de preparação para esse novo desafio.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Alex afirmou que desde que se aposentou como jogador no Coritiba, em 2014, passou a se concentrar na nova carreira. "Eu venho me preparando há sete anos, desde 2014, quando parei de jogar. Tudo foi feito passo a passo, sem pressa nenhuma. Eu estou pronto para o desafio que surgiu. Vou estar no clube 24 horas por dia para aprender tudo o que for necessário", disse.

O ex-jogador chegou ao cargo após conversar com o presidente Julio Casares e o coordenador de futebol Muricy Ramalho. Alex vai comandar o primeiro treino ainda nesta semana e pretende morar no complexo da base, em Cotia, para conhecer mais sobre o clube e planejar melhor as decisões.

Entre o fim da carreira em 2014 e o início no São Paulo, Alex contou ter estudado sobre gestão esportiva primeiramente. No entanto, como não gostou da área, decidiu ser técnico. Antes mesmo da primeira oportunidade, o ex-meia aceitou trabalhar como comentarista nos canais ESPN e disse ter gostado da experiência de entender sobre a cobertura esportiva e a relação entre os times e a imprensa.

Alex disse que durante o período em que trabalhou na ESPN, fez os cursos de técnico da CBF, obteve as licenças necessárias e agora quer mostrar no São Paulo a junção da experiência como atleta à bagagem acumulada no pós-carreira. "Joguei futebol por muito tempo, fui capitão na maioria das equipes. Isso me deu condição de conviver com a comissão técnica e de trocar ideias. Sempre muito curioso e procurei aprender", explicou.

Antes de aceitar a proposta do São Paulo, Alex admitiu que estava em dúvida sobre como deveria começar a carreira de técnico. "Conversei com muitos presidentes de clubes e gestores para saber como iniciar, se seria em outro centro ou em um time de base. Até que a gente se sentou com o São Paulo e a conversa se encontrou com as minhas ideias e com o que o clube imagina daqui para frente", explicou.

O novo técnico do sub-20 disse que pretende desenvolver jogadores com capacidade técnica e montar times que proponham jogo. "Preciso desenvolver jogadores para que quando sejam requisitados para a equipe principal estejam preparados sobre qual é a ideia do clube. Preciso ter atletas com qualidade técnica e coragem, marcas que o São Paulo sempre teve", comentou

Tudo sobre: