CLUBE IMPRESSO ACERVO COVID
Time do Canadá faz proposta ao Santos para comprar atacante Soteldo
Valor oferecido pelo Toronto FC, que disputa a liga dos Estados Unidos, é de US$ 6 milhões por 75% dos direitos
Por: Bruno Lima  -  21/04/21  -  22:12
Peixe embolsar o dinheiro pelos 75% e abrir mão dos 25% de direitos econômicos restantes para o Huachipato numa futura transação   Foto: Ivan Storti/Santos FC

O Toronto FC, do Canadá, apresentou nesta quarta-feira (21), ao Santos, uma proposta de US$ 6 milhões (o equivalente a R$ 33,4 milhões) para comprar 75% dos direitos econômicos do atacante venezuelano Soteldo. De acordo com as informações obtidas com exclusividade por A Tribuna, os dirigentes canadenses se propõem a pagar o montante em duas parcelas.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Recentemente, o presidente do Santos, Andres Rueda, revelou que o clube deve US$ 4,8 milhões (R$ 27 milhões) ao Huachipato, do Chile, em referência aos 50% de Soteldo que foram adquiridos em janeiro de 2019 pelo Alvinegro, ainda na gestão de José Carlos Peres, e nunca foram pagos. O valor revelado por Rueda inclui, ainda, multas e taxa cambial.


Segundo o mandatário santista, em meio ao impasse econômico envolvendo a compra de Soteldo, o Santos tem duas escolhas para resolver o assunto: comprar os direitos dele junto ao Huachipato ou vendê-lo e quitar a dívida com os chilenos, que cobram o time da Vila Belmiro na Fifa. Essa exigência do pagamento é que mantém o Peixe proibido de fazer novas contratações.


Se negociar o seu camisa 10 por US$ 6 milhões com a equipe canadense, que disputa a Major League Soccer (MLS), nos Estados Unidos, o Santos ainda terá que pagar outros US$ 3,5 milhões (R$ 19 milhões) aos chilenos referentes aos 50% restantes dos direitos econômicos de Soteldo.


Ou seja, mesmo se repassar os US$ 6 milhões oferecidos pelo clube canadense ao Huachipato, o Alvinegro ainda teria uma dívida de US$ 2,3 milhões (R$ 12 milhões) para honrar com o ex-clube de Soteldo.


Outra possibilidade é, na transação com o Toronto, o Peixe embolsar o dinheiro pelos 75% e abrir mão dos 25% de direitos econômicos restantes para o Huachipato numa futura transação.


Procurado por A Tribuna, o Santos não se manifestou até o fechamento desta edição.


Em mais de uma oportunidade, o venezuelano afirmou o desejo de sair do Santos para o futebol europeu. No ano passado, ele recusou uma proposta do Al Hilal, da Arábia Saudita.