EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

10 de Dezembro de 2019

Thiago Galhardo, do Ceará, acusa torcedor do Santos de fazer ofensas racistas

Segundo o jogador do Vozão, o ato de discriminação foi praticado contra o Fabinho

O meio-campista Thiago Galhardo, do Ceará, deixou a Vila Belmiro, na noite desta quinta-feira (17), afirmando que um torcedor do Santos proferiu palavras racistas e xenófobas contra os seus companheiros de time. 

“Acho que eles (torcedores) vieram ver o espetáculo, que foi bonito, e estão de parabéns pela vitória do Santos. Mas querem menosprezar o Fabinho, a mim, fazer racismo chamando de negão, vagabundo... Isso faz o futebol perder a essência. O brasileiro tem que se controlar mais. Não pode ter isso, o cara ficar, ao meu ver, embriagado e xingando a gente”, disse o jogador em entrevista ao Esporte Interativo após a partida.

“Ele tinha que estudar um pouco mais, para conhecer a geografia no Brasil. Falar que o Ceará joga no Norte, eu  não entendo muito”, completou o desabafo.

Tudo sobre: