Soteldo diz que Santos entendeu que 'Libertadores não é igual ao Brasileiro'

Eleito o melhor em campo, camisa 10 do Peixe acredita que time jogou bem, mas entrou desligado na partida

O Santos retornou a disputa da Copa Libertadores da América após pausa de seis meses em decorrência da pandemia de Covid-19. O resultado, porém, não foi o esperado pelos santistas. Eleito o melhor em campo no empate sem gols diante do Olimpia, o atacante Soteldo não gostou da atuação da equipe no primeiro tempo.  

Assine A Tribuna agora mesmo por R$ 1,90 e ganhe Globoplay grátis e dezenas de descontos!

"Primeiro tempo estávamos desligados. Depois melhoramos no jogo, entedemos que Libertadores não é igual ao Campeonato Brasileiro, que o árbitro apita todas as faltas. Após esse entendimento a equipe passou a jogar e eles passaram a atuar apenas na defesa", disse o camisa 10 do Peixe.

O torcedor viveu uma grande expectativa, já que Marinho e Soteldo, xodós dos santistas, estavam em campo. O venezuelano considera que a dupla tem feito a diferença em diversas partidas, mas diante do Olímpia, mesmo com a bola chegando pouco ao ataque, todos atletas tiveram destaque.

"Hoje (ontem) a bola infelizmente não chegou. Nós tentamos, jogamos bem, mas não conseguimos. Eu e Marinho temos feito a diferença, mas hoje, na verdade, o time todo jogou muito bem e fico muito feliz por isso. Lamentavelme não conseguimos vencer e temos que seguir."

O camisa 10 do Alvinegro Praiano já disputou 20 partidas nesta temporada, marcando dois gols e dando cinco assistências.

Na Libertadores, o Peixe segue líder do Grupo G, com 7 pontos. A equipe comandada pelo técnico Cuca volta a campo no domingo (20), contra o Botafogo, no Rio de Janeiro, às 18h15, pela 11º rodada do Campeonato Brasileiro.

Tudo sobre: