EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

9 de Agosto de 2020

Santos propõe pagamento em parcelas de dívida com Evandro

Peixe ainda precisa acertar pendências financeiras com os representantes do jogador por conta da sua contratação

Endividado e com pendências financeiras para resolver na Fifa, o Santos, por meio do seu Departamento Jurídico, trabalha para evitar novas cobranças judiciais. Na última sexta-feira (3), o clube apresentou uma proposta parcelada para quitar as dívidas que tem com o meio-campo Evandro.

Com o contrato encerrado no último dia 31, o jogador deixou a Vila Belmiro sem ouvir uma proposta de renovação do gerente de futebol do Peixe, Willian Thomas, e tendo quatro meses de direito de imagem para receber. 

Além disso, segundo o apurado por ATribuna.com.br, o atleta cobra o ressarcimento para a redução salarial de 70% imposta pela cúpula alvinegra a todo o elenco durante a pandemia do novo coronavírus. De acordo com pessoas próximas ao meia, tal medida é completamente ilegal.

Informado de todas as exigências financeiras de Evandro, o Departamento Jurídico do Santos apresentou uma proposta de acordo ao jogador a serem pagas em parcelas. 

Os valores e os prazos foram aceitos pelos empresários do meio-campista.

Entretanto, conforme as informações obtidas pela Reportagem, os agentes fizeram ajustes na oferta para assegurar o pagamento e assim evitar o calote. 

Mais dívida

Resolver a dívida não irá livrar o Santos das pendências econômicas com o estafe de Evandro. 

A chegada do meia à Vila Belmiro ocorreu em julho do ano passado, após o fim do seu contrato com o Hull City, da Inglaterra, e um acordo financeiro da diretoria santista com os seus empresários.

Na época, o Peixe se comprometeu a pagar R$ 140 mil de comissão aos representantes do atleta. Porém, mais de um ano depois o compromisso não foi honrado. 

Para colocar fim em todo o imbróglio, os agentes aguardam, com correções, a apresentação de uma proposta, mesmo que parcelada, por parte do clube.

Tudo sobre: