EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

19 de Agosto de 2019

Santos pode receber R$ 45 milhões se Neymar voltar para o Barcelona

Dinheiro entraria nos cofres alvinegros devido ao Mecanismo de Solidariedade da Fifa

O possível retorno de Neymar, atacante do Paris Saint Germain, ao Barcelona, é aguardado sob grande expectativa nos bastidores da Vila Belmiro. E o motivo é um só: financeiro. Se a transferência, conforme noticiado pelo Globoesporte.com, for sacramentada, o Santos receberá aproximadamente R$ 45 milhões devido ao Mecanismo de Solidariedade da Fifa, que garante um percentual de qualquer negociação ao clube formador do atleta.

No caso de Neymar, de acordo com o apurado por A Tribuna On-line, o Peixe tem direito a receber 3,65% de uma futura transferência. Esse percentual é referente a 8 de março de 2004 a 5 de junho 2013, período no qual ele esteve no Santos. 

O retorno do atacante brasileiro ao clube catalão seria efetuado mediante o pagamento de 100 milhões de euros (R$ 436 milhões) mais os direitos econômicos do zagueiro francês Samuel Umtiti, de 25 anos, do meio-campo croata Ivan Rakitic, de 31, e do atacante francês Ousamane Dembélé, de 22. 

Os 3,65% que o Santos tem direito a receber seriam referentes à quantia desembolsada pelo Barcelona ao PSG, além do valor de mercado dos três jogadores. 

Segundo o site Transfermarkt, Dembélé está avaliado em 100 milhões de euros; Umtiti em 45 milhões de euros, e Rakitic em 40 milhões euros.

Isso acrescentaria 185 milhões de euros à negociação, fazendo a transação atingir 285 milhões de euros (R$ 1,2 bilhão). 

Segunda vez

Caso o martelo seja batido, essa será a segunda vez que Neymar fará o Santos receber o Mecanismo de Solidariedade.

Em 2017, quando o PSG depositou a multa rescisória de 222 milhões de euros (R$ 819 milhões na cotação da época) e o tirou do Barcelona, o Peixe viu entrar cerca de R$ 33 milhões em seus cofres.

Ou seja, a volta do atacante ao Camp Nou seria ainda mais rentável para o time da Vila Belmiro.