Santos luta por folga na liderança do grupo na Copa Libertadores da América

Sem torcida, time pega o Delfin de olho no 2º triunfo na competição continental

O Santos tenta disparar na liderança do Grupo G da Libertadores nesta terça-feira (10), às 19h15, contra o Delfin, do Equador, pela segunda rodada da competição. 

Líder da chave após estrear com vitória sobre o Defensa y Justicia, por 2 a 1, na Argentina, o Santos chegará a 6 pontos se vencer, à frente de Olimpia e Delfín, que têm 1, e do Defensa y Justicia, que não pontuou. Nesta quarta-feira (11), Olimpia e Defensa se enfrentam em Assunção, às 21h30.

Para derrotar os equatorianos, porém, o Santos não terá o apoio de sua torcida. Punido por causa de tumultos dos torcedores na eliminação de 2018, frente ao Independiente, no Pacaembu, o time brasileiro terá de jogar com os portões da Vila fechados.

“A nossa estreia foi diante de um adversário que a gente não conhecia muito. A gente sabia que seria complicado, mas fizemos um grande jogo e saímos com a vitória. Na Libertadores, se você não entra com alma, você perde. Nada melhor do que estrear com o pé direito. Temos um jogo difícil pela frente, mas temos que entrar com a faca nos dentes para fazer um grande jogo”, disse ontem o lateral Pará.

“Vi o jogo do Delfín e acredito que será um jogo muito difícil. Porém, a nossa postura é a que estamos acostumados. Time aguerrido e para frente, para que a gente faça o resultado”, finalizou o defensor.

Novidade

Depois de garantir a vitória do Santos na estreia da Libertadores, na semana passada, contra o Defensa y Justicia, na Argentina, o atacante Kaio Jorge pode ser a novidade do técnico Jesualdo Ferreira para a partida desta terça.

No último treinamento antes do jogo, ontem à tarde, no CT Rei Pelé, o treinador trabalhou com o atacante pelo lado direito da linha ofensiva no lugar de Yuri Alberto, ao lado de Soteldo e Eduardo Sasha.

Yuri foi titular nos três últimos compromissos do Peixe e balançou as redes na vitória de sábado, sobre o Mirassol, na Vila Belmiro, por 3 a 1. Kaio Jorge fez o segundo gol da vitória sobre o Defensa y Justicia, por 2 a 1.

Além de Kaio Jorge, Pará retornou ao time titular na vaga de Madson, que fez a estreia no final de semana.

Prováveis escalações:

Santos - Éverson; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson,Diego Pituca e Carlos Sánchez; Sasha, Kaio Jorge e Soteldo. Técnico: Jesualdo Ferreira.

Delfín - Baroja; Guerreo, Luis Canga, Agustin Ale (Jerry Leon) e Nazareno; Rojas, Noboa, Calderon (Velez) e Alaniz (Corozo); Cifuentes e Carlos Garcés. Técnico: Carlos Ischia.

Árbitro - Kevin Ortega (Peru). 

Local - Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos, terça, às 19h15. Transmissão do SporTV.

Tudo sobre: