EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

20 de Janeiro de 2020

Santos dá show sobre o Flamengo, faz 4 a 0 e conquista o vice-campeonato brasileiro

Marinho, Sánchez, duas vezes, e Sasha construíram a goleada na Vila Belmiro. Peixe interrompe série invicta dos cariocas e termina o Brasileirão com 74 pontos

O Santos só precisava de uma vitória diante do Flamengo neste domingo (8), pela última rodada do Campeonato Brasileiro, para se garantir como vice. E assim o fez. Mas não foi um triunfo qualquer. Dominando o jogo do começo ao fim, o Peixe deu um show diante de sua torcida, na Vila Belmiro, e goleou o campeão nacional por 4 a 0 - resultado que ainda ficou barato para o time rubro-negro. 

Marinho, Carlos Sánchez e Eduardo Sasha construíram o elástico placar. Com a vitória e os quatro gols anotados, o grupo dirigido por Jorge Sampaoli interrompeu a série invicta de 29 jogos dos comandados de Jorge Jesus na temporada, chegou a 74 pontos no Brasileirão de 2019 e encerrou a competição com o posto de segunda melhor defesa, com 33 gols sofridos em 38 rodadas, e terceiro melhor ataque, com 60 bolas na rede ao longo do torneio.

O jogo

Mesmo como visitante, o Flamengo tomou a iniciativa e foi o primeiro a atacar logo após o pontapé inicial. O Santos respondeu na sequência. A primeira boa chance do Peixe foi aos três minutos de bola rolando, com Soteldo recebendo pela faixa esquerda e encontrando Diego Pituca no meio da área. O volante bateu rasteiro e Diego Alves fez a defesa em dois tempos.

No lance conseguinte, a equipe rubro-negra tentou achar o gol com Gabigol. O artilheiro do Brasileirão aproveitou saída de bola errada do Peixe e chutou, mas no meio da meta de Everson, que fez a defesa sem grandes dificuldades. E esse "lá e cá" seguiu até a marca dos 10 minutos, com as duas equipes marcando pressão. Após isso, porém, o Santos tomou conta do jogo.

Aos 14, os donos da casa abriram o placar com Marinho. Carlos Sánchez, do campo de defesa, lançou para Soteldo, que carregou até a grande área e foi para cima de dois marcadores, mas percebeu o camisa 11 livre entrando na meia-lua e passou a bola. Marinho não desperdiçou e chutou com potência no canto direito do gol flamenguista.

O Santos comandava as ações ofensivas e passava com muita facilidade pela marcação lenta dos jogadores do Rubro-Negro, com atuação irreconhecível nos primeiros 45 minutos.

Quando o relógio marcava 23 minutos do primeiro tempo, o Peixe ampliou o marcador com Sánchez. Atento, o uruguaio recuperou a bola depois de Filipe Luís falhar no recuo ao goleiro flamenguista, dominou e bateu, fazendo 2 a 0. O camisa 7 quase deu origem ao gol que selaria 3 a 0 ainda na primeira etapa, aos 43 minutos. E seria um golaço de Gustavo Henrique, que tentou um voleio depois de Diego Alves ter barrado uma finalização de Sasha, em chance dupla.

Na volta do intervalo, o Peixe, que vencia por 2 a 0, continuou controlando o jogo a seu favor. Aos 10 minutos do segundo tempo, o Flamengo tentou descontar com Vitinho, que, depois de substituir Bruno Henrique, colaborou em jogada com De Arrascaeta e fez a bola passar rente à meta de Everson.

Sete minutos depois da chegada dos cariocas, o Santos fez 3 a 0 e desmontou ainda mais o adversário. Soteldo avançou pela esquerda, passou por Rodinei e cruzou na área, na cabeça de Sasha, que fez seu 14º gol no campeonato.

Sánchez sacramentou a goleada quando a partida se encaminhava para seu fim, aos 43 minutos do segundo tempo. A torcida, antes disso, já gritava "olé" a cada toque dos jogadores alvinegros na bola e celebrava a vitória parcial com uma "ola". Além disso, em gritos quase que uníssonos, os torcedores pediam: "fica, Sampaoli!".

Nos acréscimos, Soteldo e Jorge tiveram a chance de deixar o deles na partida e esticar ainda mais a goleada, mas a bola parou na trave duas vezes. 

O Santos termina o Campeonato Brasileiro de 2019 com 22 vitórias, oito empates e oito derrotas.

Ficha técnica:

Santos 4 x 0 Flamengo
38º rodada do Campeonato Brasileiro
8 de dezembro de 2019 (domingo)
16h (de Brasília)
Vila Belmiro (Santos, SP)

Escalações:

Santos: Everson; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, Lucas Veríssimo e Jorge; Alison (Jobson), Diego Pituca e Carlos Sánchez (Sandry); Marinho, Eduardo Sasha e Soteldo. Técnico: Jorge Sampaoli

Flamengo: Diego Alves; Rodinei, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson e De Arrascaeta (Diego); Everton Ribeiro, Gabigol e Bruno Henrique (Vitinho). Técnico: Jorge Jesus

Gols: Marinho (14'1T), Carlos Sánchez (23'1T e 39'2T) e Eduardo Sasha (17'2T), pelo Santos

Cartões amarelos: Jorge Sampaoli (13'1T), do Santos; Filipe Luís (19'1T), Gabigol (42'1T) e Rodinei (44'2T), do Flamengo

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)

Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

VAR: Adriano Milczvski (PR)

Público: 13.310

Renda: R$ 574.130,00

Tudo sobre: