EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Sampaoli tem julgamento adiado para a próxima segunda-feira, horas antes da semifinal

Técnico do Santos será julgado por conta da discussão com Antonio Carlos Zago, durante a primeira partida das quartas de final do Campeonato Paulista

O julgamento do técnico do Santos, Jorge Sampaoli, no Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP), por conta da discussão com o treinador do RB Brasil, Antonio Carlos Zago, durante a primeira partida das quartas de final do Campeonato Paulista, no último dia 23, foi adiado para a próxima segunda-feira (8).

Inicialmente, a sessão estava prevista para acontecer às 17 horas desta segunda-feira (1º). 

Assim, o julgamento será realizado horas antes da segunda partida das semifinais do Estadual, contra o Corinthians, às 20 horas, no estádio do Pacaembu. 

Contudo, mesmo que o treinador santista venha a ser condenado pelo TJD-SP, ele só cumprirá suspensão diante de uma eventual classificação do Peixe à final da competição. 

Ou seja, não há risco de o argentino não comandar a equipe no confronto contra o Timão. 

A denúncia contra Sampaoli e Antonio Carlos Zago tem como base o artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê punição a quem "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código”. 

Caso os auditores do TJD-SP entendam que ambos infringiram o CBJD, a pena prevista é de um a seis jogos de suspensão. 

Conforme o apurado por A Tribuna On-line, o Departamento Jurídico do Santos está confiante de que Sampaoli receberá apenas uma advertência no julgamento, sem a necessidade de cumprir qualquer suspensão.